Página Inicial Notícias Dobradinha de André Brasil e Phelipe Rodrigues dá prata e bronze ao Brasil na natação

Dobradinha de André Brasil e Phelipe Rodrigues dá prata e bronze ao Brasil na natação

Escrito porWsports 14 14America/Sao_Paulo setembro 14America/Sao_Paulo 2016

Brasileiros ficaram atrás do ucraniano Maksym Krypak na final dos 100m livre da classe S10

Dobradinha de André Brasil e Phelipe Rodrigues dá prata e bronze ao Brasil na natação

André Brasil (esq.) e Phelipe Rodrigues comemoram suas medalhas na piscina do Estádio Aquático Olímpico (Foto: MPIX/CPB/Marcelo Regua)

O Brasil ocupou duas das três posições do pódio dos 100m estilo livre da classe S10 da natação dos Jogos Rio 2016. Com a prata de André Brasil e o bronze de Phelipe Rodrigues, o país dominou a prova realizada na noite desta terça (13) no Estádio Aquático Olímpico.

Entenda a classificação dos atletas Paralímpicos no Rio 2016

Maksym Krypak, entre André (esq.) e Phelipe: dobradinha do Brasil (Foto: MPIX/CPB/Marcelo Régua)

Phelipe comandou a primeira metade da prova e virou na frente para os 50m finais, com André, recordista mundial e Paralímpico da distância, em segundo. Na segunda metade, porém, o ucraniano Maksym Krypak, de 21 anos, tomou o controle da prova e levou o ouro com o tempo de 51s08. André ganhou a prata com 51s37, e Phelipe assegurou o bronze com 51s48.

Confira os resultados do dia na natação Paralímpica

O brasileiro não gostou muito do resultado e disse que o cansaço na reta final pesou. “Estou decepcionado. Estava perto do ouro, não sei o que aconteceu nos 10 metros finais. Eu acho que morri nos últimos metros”, afirmou André, para depois festejar a presença no pódio. “Estou feliz com o que eu fiz no meu país, diante de todo o povo brasileiro”.

Phelipe, por sua vez, gostou bastante de seu desempenho. “Foi muito bom, principalmente porque foi o melhor tempo da minha carreira. Fiquei perto disso na prova da manhã. Sabia que agora à noite seria difícil, que precisaria nadar abaixo dos 52 segundos para ganhar uma medalha”, declarou.

Foi a segunda medalha de Phelipe Rodrigues no Rio 2016 – foi prata nos 50m da classe S10 – e a quinta de sua carreira, já que conquistou três pratas em Pequim 2008 e Londres 2012. André também foi ao pódio pela segunda vez nesta edição dos Jogos, depois de ganhar o bronze nos 100m borboleta da classe S10. Ele agora soma 12 medalhas na carreira, sendo sete de ouro.

O Brasil quase subiu ao pódio na prova dos 400m estilo livre da classe S6. O brasileiro Talisson Glock fez boa prova, mas ficou com o quarto tempo (5min17s24), atrás do italiano Francesco Bocciardo, ouro com 5min02s15, do holandês Thijs van Hofweegen, prata com 5min07s82, e do cubano Lorenzo Escalona, bronze com 5min14s44.

Confira o calendário da natação no Rio 2016

Foto: Rio 2016
Fonte: Rio 2016

tres_estrelas_assinatura

[widgets_on_pages id=”mais futebol”]

Anúncios
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE