Página Inicial Botafogo SP Em dois anos, Botafogo sobe mais de 80 posições no ranking da CBF

Em dois anos, Botafogo sobe mais de 80 posições no ranking da CBF

Escrito porGuilherme Galdino 13 13America/Sao_Paulo dezembro 13America/Sao_Paulo 2016

O Botafogo segue subindo no Ranking Nacional dos Clubes, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), atualizado anualmente. Em dois anos, o Pantera pulou da 152ª para a 68ª posição. A contagem de pontos é realizada de acordo com o desempenho do clube na temporada anterior.

– Curta a Fan Page do Programa Esporte Show e receba as notícias do Botafogo em primeira mão e, também, assista o programa ao vivo no seu Facebook


Arte: Confederação Brasileira de Futebol (CBF)

No ranking de 2015, o Pantera ocupava a 152ª colocação, com 255 pontos. Na ocasião, o Botafogo teve boa campanha no Paulistão de 2014. A equipe chegou às quartas de final, mas perdeu, nos pênaltis, para o Ituano. Na mesma temporada, o time foi vice-campeão da Copa Paulista.

Na temporada de 2015, no estadual, o Tricolor teve boa campanha. No mesmo grupo que o Palmeiras, o Botafogo se classificou em segundo às quartas de final, mas foi eliminado pelo próprio Alviverde, porém garantiu a vaga na Série D do segundo semestre.

 

Já na Série D, o Tricolor foi campeão do torneio ao passar pelo River-PI. Com o desempenho na temporada, o Botafogo subiu para a 88ª colocação, com 653 pontos.

Por fim, neste ano, o desempenho no Campeonato Paulista da Série A1 foi mediano, fazendo com que o clube não avançasse à segunda fase da competição. Por outro lado, na fase de grupos da Série C, o Botafogo figurava entre os três primeiros.

Nas quartas de final, o Tricolor disputou o acesso à Série B de 2017, mas foi eliminado pelo time potiguar. Com isso, no ranking atualizado de 2017, o Pantera pulou da 88ª posição e figura na 68ª colocação, com 1.192 pontos.

De acordo o presidente do Botafogo, Gerson Engracia Garcia, o reflexo do sucesso da equipe deve-se ao trabalho árduo feito nos bastidores do dia a dia do clube.

Foto: Rogério Moroti | Agência Botafogo