Página Inicial Botafogo SP Empresário de Andrey ataca o Botafogo: “Ele não está recebendo o que deveria”

Empresário de Andrey ataca o Botafogo: “Ele não está recebendo o que deveria”

Escrito porGuilherme Galdino 24 24America/Sao_Paulo novembro 24America/Sao_Paulo 2016

O empresário do goleiro Andrey, que defendeu a Seleção Brasileira Sub-23, no Pan-americano do Canadá, em 2015, Leon Neto, está insatisfeito com a posição que o Botafogo tomou em relação ao atleta. Além da falta de oportunidades, o clube, segundo o agente do jogador, não paga o que foi acordado na negociação.

– Curta a Fan Page do Programa Esporte Show e receba as notícias do Botafogo em primeira mão e, também, assista o programa ao vivo no seu Facebook


“Às vezes, as pessoas pensam que o Andrey está em casa recebendo, mas ele não está ganhando o que foi acordado. Pelo contrário, ele está recebendo 1/4 do salário dele”, disse o agente do atleta, em entrevista exclusiva ao programa Esporte Show, nessa quarta-feira (23).

Para Neto, a ideia é ajudar o clube e fazer com que o atleta seja valorizado. “Nem quero entrar nesse mérito, porque a minha ideia não é essa. É um clube que tem uma estrutura muito boa, tem uma marca muito boa e está com goleiro de seleção, mas não quer utilizar”, destacou.

Andrey defendeu as cores do Cabofriense no Campeonato Carioca deste ano. Desde então, não retornou ao Botafogo, o que teria deixado ainda mais irritado o empresário do atleta, que não entende o motivo da atitude do clube.

“Ele está em treinamento e bem fisicamente para integrar a equipe. Ele apenas aguarda uma oportunidade no grupo. Respeitamos a opinião do treinador e do presidente, mas não entendo o motivo do Andrey não receber a mínima oportunidade no clube”, contou Neto.

Para o presidente do Botafogo, Gerson Engracia Garcia, foi uma técnica do clube, que preferiu que o atleta permanecesse no Rio para dar sequência nos trabalhos. “Em função dos goleiros que temos, o Andrey não teria espaço no momento”, afirmou.

De acordo com o presidente, o clube segue cumprindo seus compromissos para com o jogador. “O salário dele é um pouco acima da realidade dos clubes do interior”, indagou Gersinho, que confirmou que a procura do Andrey é grande.

“Nem os governos dos estados de Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul estão conseguindo pagar direito. Não é o Botafogo que, eventualmente, pode atrasar um salário aqui ou acolá de seus atletas”, concluiu Gersinho.

O atleta foi contratado na gestão de Rogério Barizza. Para o atual presidente, o salário do goleiro “é um pouco acima da realidade dos clubes do interior”. Segundo Neto, Andrey defenderá a equipe do Tigres, do Rio, em 2017.

Foto: Rogério Moroti | Agência Botafogo