Página Inicial Notícias Jean pede ‘tranquilidade’ na reta final do Nacional e diz: ‘Jogos de nossas vidas’

Jean pede ‘tranquilidade’ na reta final do Nacional e diz: ‘Jogos de nossas vidas’

Escrito porRedação Wsports 16 16America/Sao_Paulo novembro 16America/Sao_Paulo 2016

O Palmeiras volta a campo nesta quinta-feira (17), às 21h, para enfrentar o Atlético-MG, no estádio Independência, em Belo Horizonte-MG, em mais uma rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo líder isolado e com uma vantagem de pontos considerável para o vice-líder Santos, o lateral-direito Jean sabe que ainda não é o momento certo para euforia, principalmente pela qualidade dos adversários do Verdão na disputa pela taça do torneio.

“É difícil, eu mesmo acabo vivendo uma certa ansiedade também. Temos de ter tranquilidade, nada vem por acaso e tudo tem o seu tempo. A gente tem de ter essa consciência para não se preocupar além do limite. A ansiedade é válida até certo ponto, depois disso acaba atrapalhando. É natural que a ansiedade venha pelo momento que estamos vivendo, mas temos de saber controlar”, falou o jogador, que viu com bons olhos o recente período de treinos na Academia de Futebol.

Anúncios

“O mais importante foi trabalhar a nossa cabeça, a nossa mente. Esses dias sem jogar foram muito importantes para nos cuidarmos fisicamente também. Quem estava sentindo um pouco mais, deu para dar uma zerada. Foi fundamental essa distância de uma partida para outra para recuperar quem estava desgastado e trabalhar a nossa cabeça para a reta final”, comentou.

Apesar da evidente tranquilidade, Jean não esconde a confiança pelo título brasileiro (que seria o terceiro do lateral na carreira). “Desde o começo, quando o professor Cuca começou a declarar que seríamos campeões, a gente abraçou a ideia. Nós nos fechamos e trabalhamos bastante. Desde a chegada dele, o time começou a dar liga e os resultados apareceram, depois demos um pontapé inicial e começou a entrar em nossa cabeça que tínhamos essa condição. Estamos bem próximos, mas nada está concretizado ainda. Temos uma vantagem de seis pontos, e estamos muito felizes porque não é fácil conquistar essa vantagem”, afirmou o palmeirense.

Antes disso, porém, o atleta prevê verdadeiras finais nas quatro últimas rodadas do Brasileirão. “Estão sendo os jogos de nossas vidas, de nossas carreiras. São esses jogos que marcarão a nossa história e que podem marcar a história do clube também”, projetou. “O nosso time conquistou o entrosamento, principalmente depois da chegada do Cuca. Esse é o principal fundamento para que possamos conquistar alguma coisa. A humildade também é importante, afinal você grandes nomes começando a partida de fora, e em alguns jogos nem entram, mas sempre buscam trabalhar da mesma forma. Isso faz uma grande diferença”, finalizou.

Fonte: Agência Palmeiras

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE