Página Inicial Botafogo SP Márcio se emociona, fala tudo sobre o agora e o daqui a pouco do pantera

Márcio se emociona, fala tudo sobre o agora e o daqui a pouco do pantera

Escrito porWsports 2 02America/Sao_Paulo setembro 02America/Sao_Paulo 2016

botafogo_marcio

O técnico Márcio Fernandes participou do Programa Esporte Show, edição desta sexta-feira (02) e falou abertamente sobre tudo o que circunda o Botafogo, nesta reta final de competição, estando o panter muito próximo de realizar mais um grande sonho, o de voltar a série B do Campeonato Brasileiro.

Seguem abaixo alguns tópicos dos assuntos abordados e trechos de respostas do treinador que poderão ser vistos e ouvidos na íntegra através do link abaixo:


https://www.facebook.com/programaesporteshow/videos/541705559351430/

Atual fase do pantera:

— Foi difícil chegar até aqui, tivemos que remontar a equipe durante o campeonato, mas graças a Deus conseguimos fazer com que a equipe se tornasse competitiva, mesmo com a saída de alguns jogadores, trouxemos outros e eles se enquadraram bem dentro da filosofia que a gente colocou dentro do Botafogo e a gente espera que a gente possa chegar lá né, eu acho que demonstramos já no jogo contra o Juventude que o time tem capacidade pra isso. Foi realmente uma batalha muito difícil, um mata-mata, um início de mata-mata já onde a gente vai encontrar nos adversários essa dificuldade toda e eu estou muito confiante, mas a gente sabe que tem que estar com pé no chão, ainda faltam degraus pra gente chegar ao nosso objetivo, tem que ser com calma, certeza a gente não tem mais confiança a gente ganhou bastante —  

Como deve ser daqui pra frente:

— A partir de agora o momento é de detalhes, então nós não podemos deixar passar nenhum detalhe. Eu tive uma conversa assim com os repórteres no ano passado, quando estive no Vila, pra pedir a colaboração de todos, que no momento que eu precisava deles também pra que pudessem me ajudar em algumas coisas que vão fugindo da minha alçada e eles me traziam informações importantes, tipo: olha, eu ví isso daqui que é que tu acha? E nós debatíamos e resolvíamos muitas coisas. Eu pedia essa colaboração e acho que todos estão imbuídos nessa intenção de me ajudar, de fazer uma união. Esse é um momento também que muitas pessoas que que são importantes e que não aparecem, por que são pessoas que estão com a gente no dia a dia, mas não estão dentro do jogo, mas são as pessoas que fazem com que o meu trabalho se torna mais fácil, ou menos difícil, são pessoas que essa hora a gente não pode esquecer, O Virgilio, o Cebinho, o Gérson o Vallini, o Ewertom, enfim, eu não quero esquecer de ninguém… —

João Cebinho:

— O Botafogo tem que construir uma estátua para o Cebinho, ele é fantástico! Fico impressionado com a agilidade que ele tem, já com a idade que ele tem, não esquece nada, é muito ativo, às vezes chega pilhado e já entra de manhã falando o que tem que fazer, enfim é fantástico —


Virgílio Pires Martins:

— Eu só fiquei no Botafogo graças a um esforço que o Virgílio fez, ele me chamou e falou que não tinham condições de assumir aquela situação que eu tinha feito no início do Campeonato Paulista, mas que queria muito que eu continuasse pra trás série C, só que a gente tinha que rever as situações, fazer uma diminuição de salário e pela pessoa que ele é, pelo caráter e pela integridade do Virgílio, realmente foi a pessoa que foi conversar comigo eu falei que então tudo bem, estamos juntos eu vou comprar a ideia, e fiquei —

Derli:

Eu sou um cara que sou bem aberto, eu nunca quis os louros das contratações eu não sou dessa forma, o Derli não foi indicação minha ele foi indicação do Festucci que era o nosso diretor na época, eu simplesmente fui pegar informações sobre ele e quem passou foi um jogador que tinha sido meu atleta no Santos, o Adiel, que estava com ele no Juventus. O Adiel falou pra eu ficar sossegado, leva o jogador por ele é top —

Emoção:

Márcio Fernandes se emocionou muito durante sua explanação sobre o significado de Ribeirão Preto para ele, as lembranças e a gratidão por Tirí, De Rossi e Cebinho embargaram sua voz e quando falou de Afrânio Riul não conteve as lágrimas e teve que interromper a entrevista por alguns instantes.

Estes são alguns poucos tópicos do que foi a entrevista. Márcio ficou quase uma hora respondendo a perguntas e abordando inúmeros assuntos. Confira a entrevista na íntegra:

https://www.facebook.com/programaesporteshow/videos/541705559351430/

Foto: Wsports / Reprodução

tres_estrelas_assinatura

[widgets_on_pages id=”botafogo”]