Página Inicial Mais futebol “Não é momento de fugir da raia”

“Não é momento de fugir da raia”

Escrito porWsports 5 05America/Sao_Paulo outubro 05America/Sao_Paulo 2016

“Não vemos a hora de sair dessa situação, mas amo jogar futebol. Quanto mais jogos puder jogar, ficarei satisfeito. Não é momento de fugir da raia, e sim de encarar os jogos como se fosse o último. É assim que tem de ser no São Paulo”. As palavras do zagueiro Maicon durante a coletiva de imprensa desta terça-feira (4), no Centro de Treinamento da Barra Funda, mostram que o elenco são-paulino encara com seriedade esta reta final do Campeonato Brasileiro de 2016.

Diante do Sport nesta quarta (5), na Ilha do Retiro, o Tricolor entrará no momento decisivo da competição nacional: daqui para frente, serão apenas mais dez partidas até o término do torneio. Por isso, o camisa 27 quer os companheiros com espírito guerreiro para distanciar o clube das últimas colocações. “Tem de encarar tudo com força e caráter. Tem que jogar todo jogo como se fosse o último. Faltam gols e resultados positivos”, avaliou o defensor, que completou.


“A gente cria, mas não conclui bem e aí não vence. Tem que ganhar, nem que seja 1 a 0 sofrido. Estamos preocupados com essa situação que ninguém esperava. Poderíamos ter saído com os três pontos no último jogo com o Flamengo porque jogamos bem, mas precisa vencer de qualquer forma, mesmo sem jogar bem, ainda mais sendo um concorrente direto”, acrescentou. Com 35 pontos em 28 rodadas, os paulistas ocupam a 14ª colocação, enquanto o rival está no 15º lugar, com 33.

“Com os três pontos, ficaremos mais confortáveis. Se o São Paulo vencer o Sport, abrirá uma vantagem contra um concorrente direto. Então temos que vencer. Não podemos pensar na parte de cima, porque precisamos somar o maior número de pontos possível para sair da situação em que a gente está. O ânimo, independentemente de G6, G4, tem que ser o mesmo, porque estamos devendo muito neste Campeonato Brasileiro”, opinou.

De acordo com Maicon, o elenco tem condições de reverter este cenário. “Elenco é muito bom, mas não adianta se não demonstrarmos como tem acontecido. Temos que pensar e rever o que estamos errando para corrigir. Qualidade tem, é só ver a Libertadores, alguns jogos no Brasileirão, como contra o vice-líder Flamengo. Falta um pouco de sorte também, mas com competência vamos mudar isso. E a culpa com certeza é da gente”, finalizou.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Fonte: saopaulofc.net

banner

[widgets_on_pages id=”mais futebol”]
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE