Página Inicial Notícias Por que as fibras são tão importantes para a saúde?

Por que as fibras são tão importantes para a saúde?

Escrito porRedação Wsports 5 05America/Sao_Paulo dezembro 05America/Sao_Paulo 2016

Com essa grande variedade de alimentos industrializados, grande parte da população passou a consumir cada vez mais produtos processados, ricos em lipídeos, carboidratos simples e pobres em fibras alimentares.

Esse padrão alimentar tem forte associação a doenças crônicas não-transmissíveis, como obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares. Cada vez mais descobre-se associação entre o baixo consumo de fibras e constipação intestinal, hemorróida, neoplasia maligna de cólon, obesidade, intolerância à glicose, dislipidemias e doenças cardiovasculares.


O que são as fibras?

As fibras alimentares são substâncias filamentosas curtas ou longas, derivadas de polissacarídeos formadores das moléculas de celulose.

As fibras alimentares são substâncias de origem vegetal e não fornecem energia, mas são fundamentais ao funcionamento dos intestinos, embora não sejam digeridas pelas enzimas presentes naqueles órgãos. Sendo assim, para quem pretende emagrecer e cuidar da saúde, as fibras são mais do que uma opção, são uma necessidade.

Quais os benefícios das fibras?

Por que a fibra é importante para a saúde?
  • Saciedade– As fibras solúveis absorvem água e formam géis, permanecendo mais tempo no estômago e proporcionando maior saciedade.
  • Controle da glicose – As fibras promovem a liberação mais lenta e constante da glicose e ajudam a regularizar os níveis no sangue.
  • Ajuda no controle do colesterol – O consumo de fibras aliado à prática de exercícios físicos diminui as taxas de colesterol sanguíneo.
  • Contribui com o bom funcionamento intestinal– As fibras aceleram a passagem do bolo fecal pelo intestino e, dessa forma, contribuem com o bom funcionamento do intestino, evitando a prisão de ventre..
  • Ajuda a remover os metais tóxicos do organismo– Uma alimentação com fibras evita que, no longo prazo, metais indesejados se acumulem no organismo e tragam danos à saúde.

Tipos de Fibras

Fibras Solúveis e Insolúveis

As chamadas fibras insolúveis, encontradas nos pães integrais, cereais, cenouras, couve e na casca da maçã, aumentam o trânsito intestinal, diminuindo a constipação.

Já as fibras solúveis, que têm como fonte a aveia, farinha de aveia, feijões, ervilhas, frutas cítricas, maçãs e framboesas, diminuem o trânsito intestinal, contribuindo para a qualidade de vida das pessoas que têm o intestino solto e freqüentes diarreias. E ainda essas fibras têm efeito positivo sobre a mucosa e microbiota intestinal, fortalecendo as bactérias benéficas, que são essenciais para proteger esse órgão contra infecções.

Dica: Consuma mais frutas e verduras cruas, pois quando submetida ao cozimento, as fibras perdem parte de sua ação. Consuma cereais integrais ao invés dos refinados (pão e arroz branco por pão e arroz integrais). Quando consumimos cereais refinados, seus carboidratos são digeridos e absorvidos tão rapidamente que o organismo passa a armazená-los sob a forma de gordura.

Farelos

Os farelos de trigo ou arroz são aqueles cereais moídos e separados da farinha. Eles ajudam a baixar o colesterol.

Gomas e Mucilagens

As gomas e mucilagens são fibras extraídas das sementes e têm a função de limpar o intestino.

Lignina

A lignina é excelente para controlar o colesterol. Ela ajuda na prevenção da formação de pedras na vesícula, ligando-se aos ácidos biliares e removendo o colesterol antes que as pedras se formem. Seu uso é benéfico para pessoas com diabetes ou câncer do cólon. A lignina é principalmente encontrada em pêssegos, peras, batatas, tomate e em grãos.

Pectina

A pectina é útil para diabéticos, pois estes têm dificuldade na absorção dos alimentos. Ela remove os metais e toxinas indesejáveis, reduz os efeitos colaterais das radioterapias, além de reduzir o risco de doenças do coração e pedras na vesícula.

Qual a recomendação diária de fibras?

A recomendação é de 20 a 40g por dia de fibras para adultos saudáveis.

Consumir fibras em excesso é prejudicial?

Atingir a recomendação diária de fibras não é fácil, por isso o excesso dificilmente irá acontecer… mas, pode ser prejudicial, sim. Como qualquer outro nutriente, em excesso as fibras causam efeitos colaterais. O consumo de quantidades muito elevadas de fibras pode causar formação de gases e diminuição da absorção de vários micronutrientes, entre eles o cálcio, o zinco e o ferro.

Fonte: Beleza & Saúde