Página Inicial Notícias Santos empata em 2 a 2 com o Cruzeiro no Mineirão

Santos empata em 2 a 2 com o Cruzeiro no Mineirão

Escrito porRedação Wsports 21 21America/Sao_Paulo novembro 21America/Sao_Paulo 2016

Não deu. Em erro decisivo do árbitro Héber Roberto Lopes no segundo tento cruzeirense, o Santos Futebol Clube viu o Cruzeiro empatar no fim da partida, com uma vitória de virada escapando nos últimos minutos. O Peixe empatou em 2 a 2 com a Raposa no confronto válido pela 35º rodada do Campeonato Brasileiro 2016, disputada na tarde de domingo (20), no Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), em Belo Horizonte (MG). Ricardo Oliveira, duas vezes, anotou para o Alvinegro Praiano. De Arrascaeta e Manoel fizeram para o time da casa.

Com a vitória do Palmeiras sobre o Botafogo por 1 a 0, o Peixe, agora com 68 pontos, viu o líder da competição subir para 74, aumentando a distância para seis. O Flamengo ainda enfrenta o Coritiba na tarde deste domingo e, em caso de vitória, sobe para a segunda posição, deixando o Santos FC em terceiro.


Mesmo com ambas equipes precisando a vitória, o jogo em Belo Horizonte demorou a ficar agitado, com o primeiro lance de perigo apenas aos 12 minutos. O Santos FC tentou abrir o marcador em cobrança de escanteio mas, após boa defesa do goleiro Rafael, o Cruzeiro avançou em excelente contra-ataque, com William chutando fraco para boa defesa de Vanderlei.

O Peixe quase inaugurou o placar aos 14 minutos. Lucas Lima lançou Vitor Bueno pela esquerda. O camisa 18 entrou na área e chutou cruzado, fraco, para boa defesa de Rafael. De novo em saída rápida de bola, o Cruzeiro também quase anotou o seu. Robinho pegou de primeira bola levantada pelo companheiro, mas o chute bateu na rede pelo lado de fora.

Melhor em campo, o Cruzeiro abriu o placar aos 22 minutos. A jogada do gol da Raposa começou com um lance de lateral. Robinho recebeu e alçou a bola na área, que foi mal cortada por Zeca. De Arrascaeta aproveitou a chance, passou por Fabián Noguera e chutou sem chances para o goleiro Vanderlei. Fugindo do rebaixamento, a Raposa saiu na frente no Mineirão.

Aos 31 minutos nova chance da equipe azul celeste. Após bela enfiada de bola que atravessou todo o campo, De Arrascaeta recebeu dentro da área, driblou dois do Santos FC e chutou cruzado. Em bela defesa, Vanderlei salvou o Alvinegro Praiano de sofrer o segundo tento ainda no primeiro tempo.

O técnico Dorival Júnior entendeu que seus comandados precisavam mudar o estilo de jogo e, aos 36 minutos, ainda no primeiro tempo, ele colocou o Santos FC para cima do Cruzeiro. O meia Léo Cittadini entrou no lugar do zagueiro Fabián Noguera. Há duas rodadas, contra a Ponte Preta, o camisa 27 do Peixe entrou bem no decorrer do jogo e ajudou na virada sobre a equipe de Campinas.

Com a mudança do comandante santista, o Alvinegro Praiano ficou mais rápido na partida e passou a ameaçar mais a Raposa que, de novo em contra-ataques, teve duas oportunidades perigosas de ampliar, parando no goleiro Vanderlei. Terminou o primeiro tempo com o time da casa na vantagem por 1 a 0.

E o Santos FC voltou com tudo no segundo tempo, pressionando desde o primeiro minuto. E no segundo de jogo, o gol do empate. Lucas Romero recuou mal para o goleiro Rafael. O artilheiro Ricardo Oliveira, esperto no lance, roubou a bola e deu apenas um leve toque para a redonda encontrar o fundo das redes. Peixe empatou no momento certo da partida.

Aos 9 minutos, Lucas Lima fez bela jogada de contra-ataque e sofreu falta na entrada da área. Ricardo Oliveira cobrou baixo, no canto, mas não passou pelo goleiro Rafael.

Em belo contra-ataque iniciado por Vitor Bueno aos 15 minutos da etapa final, Copete recebeu pela esquerda e invadiu a área. Lucas Romero, que já havia “feito o passe” para Ricardo Oliveira no primeiro gol santista, fez pênalti no colombiano. O RO9, de novo, fez bela cobrança, virando o placar para os visitantes. “Santos o time da virada, Santos o time do amor”, bradou a torcida do Peixe em bom número no Mineirão.

Com o time em vantagem no placar, o técnico Dorival Júnior voltou a ter dois zagueiros em campo. Aos 25 minutos entrou Lucas Veríssimo no lugar de Vitor Bueno, com Thiago Maia voltando à sua função como volante.

A partida ficou “lá e cá” após a virada do Santos FC. Mano Menezes colocou sua equipe para cima dos visitantes com duas substituições, com Ábila na vaga de William e Marcos Vinícius na posição de Robinho. A Raposa passou a pressionar mais, com o Alvinegro Praiano investindo nos contra-ataques.

Aos 31 minutos, Vanderlei de novo salvou o Santos FC, deixando claro a cada partida que é um dos melhores goleiros do Brasil. Alisson levantou na área e Manoel subiu sozinho para cabeçar. A bola tinha endereço certo, mas o camisa 1 do Peixe espalmou bonito, mandando a redonda para cima. A defesa santista completou isolando.

O meia argentino De Arrascaeta entrou duro no volante Thiago Maia e recebeu cartão vermelho direto. O camisa 10 do Cruzeiro entrou de sola no tornozelo do santista, lance que o árbitro Héber Roberto Lopes decidiu como violento e punível com expulsão. A Raposa ficou com um a menos aos 36 minutos da etapa final mas, em vez de recuar, foi para cima, encurralando o Santos FC em seu campo de defesa.

Aos 42 minutos um “balde de água fria” para os santistas. Em lance irregular, o Cruzeiro empatou. Léo Cittadini fez falta em Marcos Vinícius no lado esquerdo. O lateral-esquerdo Bryan cobrou em curva, para dentro da área, com perfeição. Manoel, adiantado, mandou no canto baixo do goleiro Vanderlei, deixando o placar em 2 a 2 e dificultando a vida do Peixe na briga pelo título do Brasileirão 2016.

Dorival Júnior tentou Jean Mota no lugar de Thiago Maia, e Mano Menezes colocou Bruno Nazário no lugar de Arial Cabral. A partida foi até os 49 minutos do segundo tempo, mas nem cruzeirenses e nem santistas viram o placar sair do empate. Fim de jogo em 2 a 2.

O Santos FC volta a campo no domingo (27) para enfrentar o Flamengo. A partida será disputada a partir das 17 horas no Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã), no Rio de Janeiro (RJ), válida pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro 2016.

Fonte: Agência Santos

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE