Página Inicial Notícias Santos perde para o Flamengo e luta pelo vice na última rodada

Santos perde para o Flamengo e luta pelo vice na última rodada

Escrito porRedação Wsports 28 28America/Sao_Paulo novembro 28America/Sao_Paulo 2016

O Santos Futebol Clube procurou o resultado desde o começo do jogo, mas não conseguiu superar o Flamengo, que conquista sua primeira vitória desde que voltou a jogar no Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã), no Rio de Janeiro (RJ), desde o encerramento dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Com gols de Paolo Guerrero e Diego, o Rubro Negro venceu o Alvinegro Praiano por 2 a 0 e subiu para a segunda colocação do Campeonato Brasileiro 2016, com 70 pontos. O Peixe, em terceiro, com 68, tem que vencer na última rodada e torcer por uma derrota da equipe carioca para recuperar o vice-campeonato. O Palmeiras bateu a Chapecoende e conquistou o título nacional.

Muita pressão do Santos FC no começo de jogo. Aos dois minutos, duas chegadas de perigo com Thiago Maia e depois Renato, de cabeça. No primeiro lance, falta de William Arão em Lucas Lima, em cima da linha, ignorada pelo árbitro Eduardo Tomaz de Aquino Valadão.


A resposta do Flamengo foi fatal. Três minutos depois, aos 5, após saída de bola errada de David Braz para Renato, o artilheiro Paolo Guerrero interceptou o passe, avançou sozinho e chutou rasteiro, com força, no canto direito do goleiro Vanderlei, que não teve a menor chance de defender. Rubro Negro sai na frente no Maracanã.

Depois do gol rubro-negro, o Santos FC passou a trabalhar mais a bola no meio de campo, sempre analisando o melhor momento de chegar ao gol para conquistar o empate. Os comandados de Dorival Júnior ficaram com mais posse, trocando muitos passes e avançando em bloco. Os chutes aos gol, porém, não inauguraram as redes defendidas por Alex Muralha.

Aos 26 minutos, em novo erro de passe do Santos FC, Diego roubou a bola e tocou para Márcio Araújo, que avançou com muita velocidade e tocou para o meio. Thiago Maia cortou mal, deixando para Guerrero que, de frente para o gol, mandou por cima. No lance seguinte, saída errada do goleiro Vanderlei no cruzamento do camisa 35, a bola sobrou para Jorge que mandou de novo para a área, encontrando Gabriel, sozinho, que testou no travessão. Vitor Bueno isolou o rebote e salvou o Peixe.

Santos FC voltou a trocar passes e novamente chegou com perigo no gol do Flamengo. Aos 30, em jogada pela direita, Ricardo Oliveira deixa a redonda passar para Victor Ferraz chegar chutando forte, cruzado. Mesmo com desvio da zaga, Muralha fez grande defesa.

Dos 30 as 42 minutos da etapa inicial, o Flamengo, em vantagem no placar, assistiu o Santos FC trocando passes no meio de campo e chegando algumas vezes. Quando conseguia roubar a bola interceptando alguma jogada, o Rubro Negro avançava em contra-ataque rápido ao gol de Vanderlei, sempre levando perigo.

O principal momento do Santos FC no fim do primeiro tempo aconteceu aos 43 minutos. Após cobrança de escanteio de Lucas Lima, Copete subiu mais alto que os flamenguistas e cabeceou firme. A bola, caprichosa, saiu pelo lado esquerdo do gol de Alex Muralha. Peixe pressionou, procurou o gol, encurralando o time da casa em seu campo de defesa, mas não conseguiu evitar a vitória parcial do aversário na etapa inicial.

Diferente do que foi visto no Mineirão, quando o Santos FC reagiu logo após voltar do vestiário, no início do segundo tempo o Peixe voltou da mesma forma da primeira etapa: troca de passes no meio campo até chegar ao gol de Muralha. O Flamengo, também do mesmo jeito, só observando e pronto para “dar o bote”. E aos 5 minutos, em belo contra-ataque iniciado por Everton, Guerrero, sozinho, desperdiçou, de novo, chutando por cima.

Aos 9 minutos, o Santos FC assustou a torcida rubro negra. Em cobrança de falta ensaiada entre Vitor Bueno e Zeca, o camisa 18 colocou na área. Ricardo Oliveira surgiu sozinho e cabeceou, quase de peixinho. A bela defesa de Alex Muralha só não foi anotada porque o auxiliar marcava impedimento do camisa 9 santista.

Ao 16 minutos do segundo tempo, o técnico Dorival Júnior fez sua primeira substituição. Léo Cittadini entrou no lugar de Vitor Bueno que, minutos antes, com Zeca e Thiago Maia, fez jogada que terminou em cruzamento para Copete que parou nas mãos do goleiro flamenguista.

Depois de morno por alguns minutos, um lance de perigo do Flamengo levantou a torcida nas arquibancadas e melhorou a partida. Após bela jogada entre Pará e Diego, o lateral-esquerdo cruzou na área para o volante Márcio Araújo, de primeira, chutar rasteiro. Vanderlei fez defesa providencial.

Pressão rubro negra aos 25 minutos. Após o jogo parado para a substiuição de Juan no lugar de Rafael Vaz, que saiu machucado, o Flamengo de novo chegou pelo lado esquerdo. Pará cruzou e Guerrero, de novo, perdeu a chance de ampliar, sozinho, chutando por cima.

O Flamengo seguiu “cozinhando” o jogo, aproveitando sua vantagem no placar enquanto o Santos FC tocava a bola tentando uma chance de chegar ao empate. A troca de Dorival Júnior com Léo Cittadini na posição de Vitor Bueno não rendeu o esperado e, aos 35 minutos, o comandante santista colocou a time para frente tirando o volante Renato e colocando o jovem Menino da Vila Arthur Gomes, que é atacante de beirada.

Zé Ricardo, aos 37 minutos, colocou em campo o centro-avante Leandro Damião no lugar de Paolo Guerrero. E o atacante, emprestado pelo Santos FC, deu sorte ao Flamengo. Pará, pela esquerda, vez jogada com Gabriel. A bola voltou para o lateral-esquerdo, que cruzou alto. Do outro lado da pequena área, Diego, livre, bateu de primeira, alto, sem chance para o goleiro Vanderlei. Flamengo amplia no Maracanã para 2 a 0 e elimina qualquer chance do Peixe conquistar o título do Campeonato Brasileiro 2016.

O segundo gol sofrido pela equipe santista desanimou por completo a equipe, que viu o Flamengo crescer nos minutos finais. Mesmo guerreiros em campo, os santistas não conseguiram superar os flamenguistas, que conseguiram jogar melhor e fazer o resultado. Depois de três confrontos seguidos entre Peixe e Rubro Negro terminando em empate, os cariocas mudaram o retrospecto com a vitória.

O Santos FC volta a campo para a última rodada do Campeonato Brasileiro 2016 no domingo (4), às 17 horas, quando enfrenta o América-MG no Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos (SP). O Peixe tem chances reais de terminar a competição com o vice-campeonato, fato que não acontece desde 2007. Vale destacar que o Alvinegro Praiano já está matematicamente classificado para a fase de grupos da Taça Libertadores da América 2017.

Fonte: Agência Santos