Página Inicial Notícias Sem Moisés, Cuca analisa opções para meio e confronto com Inter: ‘Muito difícil’

Sem Moisés, Cuca analisa opções para meio e confronto com Inter: ‘Muito difícil’

Escrito porRedação Wsports 4 04America/Sao_Paulo novembro 04America/Sao_Paulo 2016

Em busca do título do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras encara o Internacional, neste domingo (06), às 17h, no Allianz Parque, pela 34ª rodada da competição. Com a suspensão automática do meia Moisés após receber o terceiro cartão amarelo diante do Santos, o técnico Cuca trabalha diferentes formações para definir a equipe titular que enfrentará os gaúchos, dentro da arena palestrina.

“Tenho as opções de o Thiago (Santos) entrar no time, continuar com o Tchê Tchê e o Jean e também a opção de o (Cleiton) Xavier entrar. Trabalhamos essas opções e qualquer uma que a gente venha utilizar estaremos bem servidos, tanto faz começar com um ou outro. Posso usar o Jean na lateral também. São situações que eu posso utilizar no jogo, mas amanhã (sábado) será definido”, falou. “Trabalhamos muito bem nesta semana. Uma semana cheia é muito boa para recuperar os jogadores e trabalhar a parte tática e técnica”, completou.


O comandante, contudo, pede muita atenção com o Internacional. “O Inter vem de uma sequência de jogos, ritmo de jogo. Eu penso que o Inter não é um time para cair e não cairá. É uma boa equipe, tem jogado bem. Temos respeito pelo Inter e sabemos que será um jogo complicado e difícil, apesar de eles estarem embaixo na tabela. O Inter não tem os pontos que poderia ter por circunstância do campeonato, mas tratamos como um jogo muito difícil”, declarou o treinador, revelando as conversas diárias que tem com o grupo palmeirense.

“Eu conversei tudo o que eu podia com eles (jogadores). Tenho acordado muito cedo e fazendo muitos cálculos e simulação. Passo para eles, ponho na sala e mostro a diferença (de pontos) que temos, grande que é e tão pequena que é ao mesmo tempo. Temos jogos difíceis, como este de domingo, mas temos de somar pontos”, alertou.

Por fim, Cuca comentou sobre o fim desta temporada. “A cada jogo que passa, aumenta a ansiedade porque estamos perto do objetivo, e os jogos estão diminuindo. É natural que crie essa ansiedade em mim, no presidente, no jogador, no torcedor… Mas é gostoso estar dentro desse processo, ser protagonista desse processo. Fico feliz de estar participando da história do Palmeiras, depois de tanto tempo poder conquistar esse título pelo Palmeiras. Se vier, virá na hora certa. Não precisa ter pressa”, finalizou o técnico.

Fonte: Agência Palmeiras