Página Inicial Mais futebol Tricolor vence o Juventude, mas é eliminado na Copa do Brasil

Tricolor vence o Juventude, mas é eliminado na Copa do Brasil

Escrito porWsports 23 23America/Sao_Paulo setembro 23America/Sao_Paulo 2016

saopaulo

Faltou pouco para o Tricolor manter a disputa pelo inédito título da Copa do Brasil. Na noite desta quinta-feira (22), no Estádio Alfredo Jaconi, o São Paulo venceu o Juventude por 1 a 0 no duelo de volta das oitavas de final, mas não conseguiu evitar a eliminação: na ida, no Morumbi, os gaúchos derrotaram os paulistas por 2 a 1 e assim levaram a vantagem para o decisivo confronto. O gol de Rodrigo Caio, como elemento surpresa no segundo tempo, deu ânimo extra ao time são-paulino, porém, os mandantes se seguraram no campo de defesa até o apito final e levaram a melhor.

Com o fim da participação na competição nacional, que dará ao campeão um lugar na Libertadores da América de 2017, o Tricolor retomará o foco no Campeonato Brasileiro para manter a briga para se distanciar das últimas colocações. No final de semana, em Salvador, o São Paulo visitará o Vitória pela 27ª rodada. Com 34 pontos, os paulistas ocupam o 12º lugar, enquanto os baianos estão em 16º, com 29. Seguindo a programação do clube, a delegação deixará Caxias do Sul nesta sexta-feira (23), e seguirá para o nordeste.

Anúncios

Para encarar os anfitriões, o técnico Ricardo Gomes não pôde contar com Michel Bastos, que sentiu dores no joelho esquerdo no último treino antes da viagem para o Rio Grande do Sul. Além do experiente jogador, Breno e Ytalo (cirurgias no joelho), Lucas Fernandes (cirurgias no joelho e no ombro), Renan Ribeiro e Wellington (aprimoram a forma física), Robson (já atuou pelo Paraná Clube na competição) e Maicon (lesão muscular) também não estavam à disposição.

Assim, o time são-paulino foi escalado com Denis; Bruno, Lugano, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes e Wesley; Cueva, Kelvin e Chavez. Já o adversário começou a partida com Elias; Neguete, Klaus, Micael e Pará; Vacaria, Felipe Lima, Lucas e Bruninho; Roberson e Hugo. Quando a bola rolou, os donos da casa assustaram primeiro e por pouco não tiraram o zero do placar: aos 11 minutos, o chute forte de Roberson pelo lado direito acertou a trave do goleiro Denis. E quando o São Paulo tentou esboçar a reação, os paulistas tiveram dois lances anulados pela arbitragem erroneamente.

Dessa forma, só aos 26 minutos o Tricolor levou perigo: em cobrança de falta, Cueva bateu por cima da barreira, mas o goleiro Elias fez a defesa. No minuto seguinte, Wesley cruzou, e Rodrigo Caio finalizou por cima. Em busca do gol para tentar evitar a eliminação, o time são-paulino manteve a pressão e não deixou os mandantes deixarem o campo de defesa. Aos 33, Cueva cruzou, e Lugano chutou para fora: a bola, porém, passou perto. Nos contragolpes, o rival até balançou as redes aos 36 minutos, com Roberson, mas o árbitro assinalou corretamente impedimento, e os times foram para o vestiário sem que o marcador fosse alterado.

Na volta para a segunda etapa, com o intuito de dar mais ofensividade ao São Paulo, o técnico Ricardo Gomes apostou na entrada de Wesley. Ainda assim, os gaúchos chegaram primeiro: Roberson dominou fora da área e arriscou, mas Denis evitou o gol. Pouco depois, aos quatro, os visitantes sofreram uma baixa: Kelvin, com dores no joelho direito, teve que sair e deu lugar ao jovem Luiz Araújo, que arriscou algumas descidas pela ponta.

Aos 12, mais presente no campo de ataque, a equipe são-paulina quase surpreendeu: Chavez abriu para a esquerda, tentou toque de cobertura e assustou o arqueiro rival. E foi assim, mais agudo e com elemento surpresa, que o Tricolor diminuiu a vantagem do Juventude aos 23: Rodrigo Caio apareceu na área, como um típico centroavante, aproveitou a assistência de Bruno e completou de cabeça! 1 a 0! Sétimo passe certeiro do lateral-direito para gol! E dose extra de ânimo em busca da vantagem.

Para manter a blitz, o treinador promoveu a entrada de Carlinhos, que herdou o lugar de Mena. Embalado, o São Paulo não tirou o pé e manteve os anfitriões acuados. Aos 29 minutos, Carlinhos deixou dois para trás, ajeitou para o pé direito e bateu, mas o goleiro espalmou. Os paulistas pressionavam! Mais tarde, aos 31, Carlinhos cruzou, Rodrigo Caio testou com muito perigo, mas Elias apareceu bem novamente. Até o apito final, a equipe são-paulina buscou o tento para assegurar a vaga, mas os gaúchos se seguraram e avançaram no torneio: 1 a 0.

 

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Fonte: saopaulofc.net

tres_estrelas_assinatura

[widgets_on_pages id=”mais futebol”]
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE