Página Inicial Notícias Wlamir Marques relembra atuação em vitória sobre Real Madrid: ”O melhor jogo que fiz em toda a minha vida”

Wlamir Marques relembra atuação em vitória sobre Real Madrid: ”O melhor jogo que fiz em toda a minha vida”

Escrito porWsports 23 23America/Sao_Paulo outubro 23America/Sao_Paulo 2016

Wlamir Marques foi jogador de basquete do Corinthians por 10 anos. Nesse período, o ex-atleta esteve em diversos jogos no ginásio do Parque São Jorge, que receberá o nome dele neste sábado (22). Porém, um é bastante especial para Wlamir: a vitória do Timão sobre o poderoso Real Madrid, no dia 5 de julho de 1965. Não só pelo resultado, mas por tudo que ele viveu até a partida, em que teve a maior atuação da carreira.

Na época, o Real Madrid era o atual bicampeão europeu. Por conta do segundo título, a equipe espanhola foi convidada para fazer uma excursão pela América do Sul. Jogos no Peru, no Chile, na Argentina e no Uruguai. Por fim, o Brasil, em que o Real teria de encarar o alçapão do Parque São Jorge.

Anúncios

Uma oportunidade de ouro para Wlamir disputar um grande jogo. Mas para isso, o ex-jogador precisou curar uma gripe e um tratamento malsucedido. “Eu tomei uma injeção contra a gripe. Aquilo me deu uma reação que meus dois olhos fecharam. Eram 16h, eu estava com os dois olhos fechados e tinha de vir jogar”, relembrou em entrevista ao canal oficial do Corinthians no YouTube.

Para resolver esse problema, Wlamir recorreu ao médico do futebol do Corinthians na época, conhecido como Dr. Haroldo, que foi à casa do ex-jogador e aplicou uma injeção antialérgica. Não que isso tenha resolvido muito. “O meu olho esquerdo ficou um pouco fechado. O direito melhorou”, contou.

Nesse meio tempo, a informação de que Wlamir talvez não jogasse contra o Real Madrid se espalhou entre a torcida. “Dentro de mim, eu falava que ia jogar, nem que se fosse com olho fechado. Desse jogo eu não vou fugir. Cheguei e tinha bastante gente. Todo mundo se assustou: ‘Mas você vai jogar?’. Eu ainda estava com um pouco de febre”, recordou.

Gripado ou não, Wlamir foi parte integrante de um jogo espetacular. O Corinthians venceu o Real Madrid por 118 a 109, numa época em que o basquete não tinha arremessos de três pontos e lances livres por excesso de faltas. “Para aquele tempo, um placar de 118 a 109 é sobrenatural”, disse o ex-jogador.

Mesmo com todos os problemas, Wlamir fez uma atuação excepcional. “Foi o melhor jogo que fiz em toda a minha vida. Com um olho semiaberto, o outro quase fechado e com gripe. Fiz 51 pontos, 31 no primeiro tempo e 20 no segundo. E fui criticado porque caí de produção no segundo tempo, brincando. Era muito difícil fazer 51 pontos naqueles tempos”, explicou.

Por conta da marcante exibição, Wlamir não consegue apagar as memórias desse jogo da memória. “Tem gente daquela época que me encontra até hoje e vem falar desse jogo. Então nunca esqueci porque eu conto esse jogo quase que diariamente”, brincou.

O evento de homenagem do Corinthians a Wlamir Marques acontecerá neste sábado (22), às 10h, na sede social do clube. O ex-jogador de basquete do Timão dará nome ao ginásio do Parque São Jorge.

A homenagem contará com as presenças de ex-jogadores como Amaury Passos e Marcel, as categorias de base do basquete do Corinthians e representantes de entidades da modalidade, como a Liga Nacional de Basquete (LNB), a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) e a Federação Paulista de Basquete (FPB).

Foto: Arquivo Corinthians
Fonte: Agência Corinthians

ANUNCIO COMEFOGO

[widgets_on_pages id=”mais futebol”]

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE