Novo estatuto devolve poder ao conselho deliberativo do Comercial e limita tempo para presidentes

A reunião do Conselho Deliberativo do Comercial-SP, ocorrida ontem no estádio Dr. Francisco Palma Travassos, foi importante para o futuro de clube. Na pauta, a alteração de dezesseis artigos no estatuto alvinegro.

Destes, quinze foram alterados, apenas um, será discutido nas próximas reuniões. A alteração mais importante é a que devolve poderes ao Conselho Deliberativo do clube.

Coxilha dos Pampas 300X200

A última alteração no estatuto feita para atender o ingresso do gestor Nelson Lacerda no Comercial, tornava o conselho do clube sem poder para interferir no comando da gestão.

Agora, toda e qualquer decisão independente da gestão estará sob a aprovação e fiscalização dos conselheiros. Nilton Chiaretti, um dos autores destas alterações,  entende que o conselho deliberativo do clube não pode tirar totalmente o poder de um presidente , ao mesmo tempo, não pode dar a ele todo o poder de decidir sozinho pela agremiação.

Esta era uma alteração que o  presidente do conselho Fábio Hersi, queria fazer antes da eleição do clube, programada para o próximo dia 25 de setembro. O objetivo da alteração antes do pleito comercialino, era não parecer que a decisão pós eleição, indicasse algo pessoal contra o futuro dirigente máximo do Leão. Assim, o novo presidente será eleito já sabendo este novo artigo do estatuto.

Outra decisão importante foi a limitação de tempo de comando da diretoria executiva e do conselho. A partir de agora, caberá aos dirigentes apenas uma reeleição com mandato de três anos.

Ficou decidido também, que os uniformes do time sempre serão preto e branco, não havendo mais a possibilidade do clube ter um uniforme em outras cores. Algo comum em times de futebol quando se trata de acontecimentos comemorativos.

Duas novas comissões foram criadas nesta reunião. A comissão de obras e outra de marketing. A comissão de obras vai inclusive vistoriar reformas que estão sendo feitas no comércio anexo ao estádio, que são boxes alugados pelo clube.

Já o marketing, ficará responsável pela captação de recursos como patrocínios em camisa e placas de publicidade dentro do estádio, no alambrado e no gramado fora das quatro linhas.

No novo estatuto do Comercial de Ribeirão Preto , foi incluído o hino do time, o mascote e as cores do clube.  A comissão de reforma estatutária  foi formada por Nilton Chiaretti, David Isaac e Gustavo Guerra.

Gran Steak 500×300
Novo Shopping 500×300
Tonin 500×300
%d blogueiros gostam disto: