Números comprovam boa temporada do Botafogo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no skype

A temporada do Botafogo chegou ao fim no último sábado. Para alguns, a sonora derrota para o Cuiabá “manchou” a temporada Botafoguense, mas os números provam que isso não é verdade.

O time comandado por Léo Condé atingiu os objetivos que foram traçados antes do início da temporada. Chegou às quartas de final do campeonato paulista e foi eliminado pelo Santos apenas nos pênaltis.

UNIMED

Na série C, o objetivo era o acesso e ele foi conquistado. O Botafogo está de volta à Série B após 16 anos. Só por estes dois motivos o trabalho já merece respeito, mas existem alguns complementos à boa campanha do time em 2018.

+ Botafogo terá um ano milionária em 2019. Clube deverá receber quase R$ 15milhões

Somando as duas competições o Botafogo disputou 36 jogos, com 15 vitórias, 12 empates e 9 derrotas. O número de vitórias é um dos pontos altos e bastante expressivo. Nos últimos 10 anos, apenas em 2014 o Botafogo conseguiu mais vitórias na temporada do que as quinze de 2018. Foram 21 vitórias, mas vale lembrar que 12 delas foram pela Copa Paulista.

A palavra que define o trabalho de Léo Condé no Botafogo, segundo ele mesmo, é equilíbrio. Os números também comprovam o “equilíbrio” explicado pelo treinador durante a temporada.

No total, durante toda a temporada, o Pantera marcou 40 gols e teve sua meta vazada em 29 oportunidades. É bem verdade que o tal “equilíbrio” entre os setores funcionou, de fato, apenas no brasileiro.

A campanha do campeonato nacional teve 31 gols marcados e 18 sofridos. Já no Paulistão, o ataque funcionou em apenas 9 oportunidades, enquanto a meta foi superada em 11 ocasiões.

O artilheiro da temporada Botafoguense foi o mais improvável possível. Caio Dantas, o jogador que chegou ao clube para fazer testes e inicialmente foi preterido por Bruno Moraes, o “general”, e Jheimy, mas superou os dois jogadores e terminou o ano na frente.

Se tem uma coisa que o torcedor Botafoguense não pode fazer é reclamar. A temporada centenária do clube foi bem representada pelos jogadores e comissão técnica. Nem o Botafoguense mais fanático poderia esperar um ano tão positivo quanto o de 2018.

Foto: Raul Ramos / Agência Botafogo

 

 

 

 

 

Leia Mais