radio-wsports
Clique e ouça aqui!

O caminho de Marivaldo: o turismo entre Pombos e Recife (PE)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

que te faria caminhar por mais de 60 km? Para o pernambucano Marivaldo Francisco da Silva, 48 anos, a paixão pelo futebol e pelo Sport Club do Recife são a resposta. Para assistir aos jogos do time de coração, Marivaldo calça o tênis e começa sua jornada de 64km até a Ilha do Retiro, estádio do Leão. São mais de 12 horas de caminhada da porta de casa até a arquibancada. Tamanha dedicação e demonstração de amor renderam a Marivaldo o prêmio de Torcedor do Ano dado pela Federação Internacional de Futebol (FIFA) em 17 de dezembro.

O caminho de Marivaldo até a capital é antes de tudo um ato de amor ao futebol pernambucano, tão bem representado nas cores e tradições de times como Sport, Náutico, Santa Cruz, Íbis e tantos outros, mas também ajuda a contar um pouco da rica história pernambucana. Para ilustrar essa afirmação, a Agência de Notícias do Turismo te convida a seguir virtualmente os passos do torcedor, mostrando o que o trajeto entre Pombos e Recife tem a oferecer: são festas temáticas, obras históricas e um prato cheio pra quem gosta não só de futebol, mas também de turismo.

Bodytech 300X200

A cidade de partida de Marivaldo, Pombos, tem cerca de 28 mil habitantes e realiza anualmente uma festa em homenagem aos produtores de abacaxi, a Festa do Abacaxi, em referência ao principal produto agrícola da região. Além disto, festejos de São João e de Nossa Senhora dos Impossíveis atraem visitantes todos os anos.

Cerca de 15 km depois o caminho de Marivaldo passa por Vitória de Santo Antão, dona de uma arquitetura repleta de obras históricas, como o Sobradinho Mourisco, considerado o único remanescente da povoação de Santo Antão da Mata e atual sede da Academia Vitoriense de Letras, Artes e Ciências.  A Estação Ferroviária, construída em 1886, já funcionou como primeira parada de desembarque de passageiros e cargas com destino a Recife e Caruaru. Hoje o prédio encontra-se conservado e aberto a visitações, onde funciona uma biblioteca e algumas oficinas culturais.

Com cerca de 140 mil habitantes, o município revela também os monumentos do Leão Coroado e do Centenário, além do Sitio Histórico Monte das Tabocas. O Monte das Tabocas é uma área de aproximadamente 11 hectares onde ocorreu a batalha em que os luso-brasileiros expulsaram os holandeses da região, em 3 de agosto de 1645.

A jornada segue e, aproximadamente 25 km mais pra frente, o torcedor-símbolo do time da Ilha do Retiro chega a Moreno, cidade com cerca de 60 mil moradores. A dica para quem quiser fazer uma parada estratégica é visitar o Parque Aquático de Moreno.

Quem quiser fazer um pequeno desvio no caminho de Marivaldo antes de chegar ao Recife pode dar um pulo em Jaboatão dos Guararapes, que possui grande infraestrutura de hotéis, patrimônio cultural e praias como a de Barra de Jangada, Candeias e Piedade.

RECIFE – A capital de Pernambuco, destino final de Marivaldo, possui diversas atrações turísticas, culturais e históricas. Além das belas praias, é possível visitar prédios e museus para conhecer diversas épocas da história do Recife, incluindo o Brasil Holandês. No Centro Histórico, o turista poderá chegar ao Cais do Sertão, museu interativo sobre a cultura nordestina localizado no antigo porto do Recife. Já uma visita ao Museu da Cidade do Recife, instalado no Forte das Cinco Pontas, leva o visitante a passear pelo acervo iconográfico que preserva e conta a história urbana e social desde a fundação da cidade.

Seja qual for seu meio de transporte, a região entre Pombos e Recife oferece várias opções turísticas que demonstram que Pernambuco, e o Brasil, são campeões mundiais no Turismo.

Por Rafael Brais

Leia Mais

W Sports