O turismo do chocolate é o mais gostoso do ano. Saiba aonde estão estas delicias

Cada vez mais os destinos brasileiros investem em atrativos para dinamizar o turismo no ano inteiro. As comemorações da Páscoa estão entre os eventos que ampliam o fluxo de turistas durante o feriado prolongado, inclusive para cidades onde o foco das celebrações é o chocolate, juntamente com o significado religioso da Semana Santa.

Das plantações de cacau às fábricas de chocolate, curtir o feriado da Páscoa nos destinos onde a produção de chocolate virou um atrativo é uma viagem cheia de sabores e descobertas.

Casa Verde Sala

“Para ser competitivo, o destino precisa ser inovador e ofertar produtos diferenciados que atraem visitantes o ano todo, girando a economia local. A Páscoa tem se revelado uma excelente oportunidade para dinamizar o turismo, tanto nas cidades que celebram as tradições religiosas da época, como nos roteiros que elegeram o chocolate como motivo da celebração”, diz o secretário nacional de Desenvolvimento Competitividade do Ministério do Turismo, Aluizer Malab.

04.04.2019 amendoasdecacau Ana Lee


Amêndoas de cacau em preparação nas fazendas baianas. Foto: Ana Lee/Divulgação MTur

A Costa do Cacau, na região de Ilhéus (BA), é uma das rotas mais doces e saborosas do turismo brasileiro. Além de destino de sol e mar e dos atrativos que fazem parte da obra literária do escritor Jorge Amado, a região também oferece um tour pelas fazendas que produzem a matéria-prima do chocolate.

A Rota do Chocolate proporciona ao turista uma imersão na história, cultura e gastronomia do Sul da Bahia. A implantação da Estrada do Chocolate, entre Ilhéus e Uruçuca, proporciona aos turistas a experiência de conhecer o processo de produção do cacau, desde as plantações à seleção e secagem das amêndoas, até a transformação em chocolate.

A vivência passa pelas fazendas tradicionais de cacau, entre elas, Yrerê, Riachuelo, Capela Velha e Provisão; casarões históricos dos antigos coronéis que dominaram a economia e política da região; produção caseira; e fábricas de chocolates, além de degustação da iguaria.

O turismo sustentável nas fazendas de cacau, com visitas guiadas, hospedagem e comida típica, tem sido uma das fontes mais rentáveis para os produtores de Ilhéus e região. Além das plantações de cacau, a região é rica em sítios históricos e atrativos naturais, como cachoeiras e áreas de preservação.

Longe das plantações de cacau, o chocolate é o atrativo principal da Chocofest, em Nova Petrópolis, na Serra Gaúcha, que de 11 a 21 de abril celebra a magia da Páscoa no Planeta das Guloseimas. Pelas ruas do centro, se reúnem personagens como o Conde Guloseima, a Condessa Doçura e a Vovó Duquesa em vários espetáculos com dezenas de atrações voltadas para adultos e crianças.

Os desfiles temáticos contam com coelhos, carros alegóricos, música e muita diversão. O Desfile de Páscoa, momento de alegria e interação com os visitantes, será realizado nos dias 13, 14, 20 e 21 de abril às 15h30min. São esperados mais de 100 mil turistas nos 10 dias de festa.

O Rastro do Coelho, com caça ao ninho, é garantia de diversão. A brincadeira, que promete muita aventura, será no Parque Aldeia do Imigrante com centenas de ovos de chocolate escondidos, de todos os tamanhos. O cenário de magia se completa com a decoração especial da cidade. O envolvimento da comunidade resulta nas árvores enfeitadas com ovos coloridos.

Já na Fábrica de Ovos, são customizados os ovos usados na Osterbaun, uma grande Árvore de Páscoa no centro da festa e atração turística da cidade de colonização alemã. Haverá, ainda, a exposição Ovos do Mundo, com ovos gigantes e coloridos que retratam a celebração da Páscoa em vários países.

Esta será a 21ª edição da Chocofest, que já passou por Gramado e Canela, na Região das Hortênsias, também na Serra Gaúcha. Os dois destinos de inverno estão entre os mais visitados do Brasil e têm o chocolate como um dos atrativos turísticos.

O Mundo do Chocolate, em Gramado, é um deles. A visita ao museu leva a lugares que são ícones universais do turismo, representados em mais de 200 esculturas de chocolate, como a estátua do Cristo Redentor.

O Reino do Chocolate é outro espaço temático de Gramado dedicado ao chocolate, inclusive com produtos de beleza. Desde o povo Asteca, o chocolate era considerado uma bebida dos deuses. Entre outros destaques, o coelho gigante, na entrada do parque, tem 2,5 metros de altura e 1.640 quilos de chocolate.

Outros destinos de clima ameno espalhados pelo Brasil também oferecem o chocolate como atrativo aos visitantes. É o caso da Vila do Chocolate, em Campos do Jordão (SP). Na Região Serrana do Rio de Janeiro, a visita à cidade imperial de Petrópolis, entre outros atrativos turísticos, termina em uma tradicional fábrica de chocolate. Já em Vila Velha (ES), o passeio para conhecer o museu e a fábrica de um dos chocolates mais populares do Brasil também faz parte do roteiro turístico de quem visita à cidade, ao lado da capital, Vitória.

Quem sobe a serra capixaba não se decepciona com as inúmeras opções de atrativos em destinos como Domingos Martins e Venda Nova do Imigrante.

Assim como as cidades do Espírito Santo, de colonização europeia, em Santa Catarina, os destinos de cultura alemã realizam a Festa de Páscoa. A Osterdorf (Vila de Páscoa), em Blumenau, vai até 21 de abril com decoração inspirada nas tocas de coelho. O parque da cidade concentra as atrações da época mais doce do ano em torno da Osterbaum (árvore de Páscoa).

A vizinha Pomerode, que celebra a 11ª Osterfest, considerada a Páscoa mais alemã do Brasil, também conta com a maior árvore de Páscoa (Osterbaum) do mundo, feita com 80 mil casquinhas de ovos naturais, além da Ostermarkt, Feira de Páscoa, com artesanato e artigos de decoração, comidas típicas e apresentações de grupos folclóricos, entre outras atrações.

04.04.2019 chocofest2


Cidades viram um imenso “parque” de Páscoa para turistas. Foto: Chocofest 2018

Edição: Vanessa Sampaio

Tonin 700
Drogao 500×300
Gran Steak 500×300
%d blogueiros gostam disto: