OMS alerta sobre o uso de eletrônicos e recomenda atividades físicas para crianças

Segundo levantamento do IBGE, cerca de 14% das crianças brasileiras na faixa etária de 5 a 9 anos são obesas e 33,5% estão com excesso de peso. Em abril deste ano, a OMS (Organização Mundial de Saúde) publicou um estudo que alerta sobre a saúde das crianças, seu desenvolvimento e a qualidade do sono e de vida.

A pesquisa da OMS aponta que crianças de até 4 anos devem ter o tempo limitado a no máximo 1 hora para o uso de celulares, tablets, TVs e videogames. Geralmente, estas atividades estimulam o sedentarismo e com isso, também aumentam as chances dessa criança chegar à fase adulta com excesso de peso e obesidade podendo, consequentemente, desenvolver doenças associadas. Por isso, a recomendação é clara: as crianças precisam estar ativas em qualquer idade e praticando qualquer que seja a atividade escolhida.

Bodytech 300X200

“É uma fase importante para romper a barreira do sedentarismo. A prática esportiva, além de ajudar na prevenção de doenças, acarreta ganhos na capacidade motora – melhorias no equilíbrio, agilidade, flexibilidade – no lado cognitivo – como memória, raciocínio, imaginação e criatividade – e até nos aspectos socioafetivos que são importantes na fase de crescimento”, conta Rayane Paulino Coordenadora técnica Acqua/kids da Bodytech do Shopping Iguatemi Ribeirao Preto.

De acordo com ele, quanto antes a atividade física “entra” na vida da criança torna-se mais fácil que ela vire prioridade também na vida adulta. “Crianças ativas tendem a se tornar adultos ativos, prevenindo problemas típicos do sedentarismo, que vão muito além da questão do peso”, continua. Entre os problemas com causas associadas à vida sedentária estão: a perda de flexibilidade articular, comprometendo o funcionamento de vários órgãos, hipertensão, diabetes e aumento do colesterol. 

Opções de atividades não faltam

Ballet, circo, capoeira, jiu-jitsu, judô e natação são algumas das opções que se encaixam bem para as crianças, indo além dos benefícios físicos.  “As artes marciais trabalham muito a disciplina e a concentração, por exemplo. Já o circo também desenvolve a criatividade. As aulas coletivas trabalham com a interação e sociabilidade, entre outros aspectos importantes para o desenvolvimento da criança”, continua Rayane Paulino.

Na academia Bodytech do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto, por exemplo, existe um programa específico voltado às crianças com modalidades que são adequadas e atrativas. O Programa Kids inclui também a estimulação de habilidades motoras e, é voltado para bebês acima de seis meses a pré-adolescentes de até 12 anos.

“As aulas de Estimulação Motora e de Habilidades Motoras, por exemplo, fornecem vivências e estímulos psicomotores para o desenvolvimento globais. Ajudando nos aspectos básicos, como o levantar, sentar, engatinhar e ajuda na criação da autonomia e confiança. Já com as crianças maiores trabalhamos e respeitamos os limites de cada um, dando a possibilidade para que elas expandam suas experiências para estarem prontas, em um futuro próximo, para escolher outras modalidades e viver uma vida saudável”, conclui a professora Riene Borzoti da Bodytech do Shopping Iguatemi Ribeirao Preto.

Legenda: Crianças recebem estímulos para desenvolverm habilidades motoras, fisicas e sociais na academia Bodytech. Crédito Divulgação

Legenda: Crianças recebem estímulos para desenvolverm habilidades motoras, fisicas e sociais na academia Bodytech. Crédito Divulgação

Tonin 700
Drogao 500×300
Gran Steak 500×300
%d blogueiros gostam disto: