Os brasileiros precisam se movimentar mais, os números preocupam

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Um levantamento do Ministério da Saúde apontou que 53% da população brasileira está acima do peso ideal e que 45,8% não pratica atividade física suficiente. Com o cotidiano agitado resta pouco tempo para seguir a risca qualquer que seja a rotina de exercícios.

Mas, quando falamos de uma melhor qualidade de vida tudo é válido, uma simples caminhada ou até frequentar diariamente academias, o importante é sempre estar em movimento.

UNIMED

A OMS estabeleceu padrões ideais  para a prática de exercicios físicos. Adultos entre 18 e 64 anos devem se exercitar no mínimo por 150 minutos de atividades físicas aeróbicas moderadas ou pelo menos 75 minutos de atividades intensas.

Bem-estar geral

Além dos ganhos físicos, as atividades regulares fazem bem para o todo. Na prática, nosso corpo libera duas substâncias a dopamina e serotonina, ambas trabalham em conjunto e auxiliam o organismo a gerar a sensação de bem-estar, satisfação e prazer.

“Com a liberação destas substâncias temos mais disposição e isto vale na prática de qualquer atividade. Além dos ganhos musculares o corpo fica mais relaxado e mais saudável permitindo uma melhor disposição para o dia a dia.”, comenta Rafael Zimak, gerente técnico da Bodytech do Shopping Iguatemi Ribeirao Preto.

Além disso, a prática ajuda também no combate dos sintomas da depressão, estresse e ansiedade, no controle de peso –  evitando assim a obesidade; e no aparecimento de doenças como diabetes, hipertensão e outras relacionadas ao coração e, são um método eficaz contra qualquer tipo de câncer.

Jovens e Crianças

Com a chegada da tecnologia, crianças e jovens perderam o hábito de brincar, correr e pular. Agora, eles dão preferências aos celulares, tablets, videogames ou televisão que, além de terem um gasto energético quase nulo, são por vezes aliados ao consumo de alimentos calóricos e nada nutritivos.

Segundo o IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a obesidade infantil está aumentando com o passar dos anos.  O problema já é considerado de alto risco entre os profissionais da área pois ao chegar na fase adulta com excesso de gordura e obesidade, crianças e adolescentes têm mais riscos de desenvolver diversas doenças como hipertensão e diabetes. 

“Outros aspectos importantes também são observados como a deficiência das capacidades motoras, falta de equilíbrio, coordenação e a flexibilidade, entre outros pontos que podem comprometer o desenvolvimento”, explica Rayane Paulino, coordenadora Acqua/Kids da Bodytech do Shopping Iguatemi Ribeirao Preto.

Aos 40 anos

Segundo um estudo divulgado na Revista Científica Americana Jama, pessoas que começam a se exercitar na meia idade, perto dos 40 anos,  têm o risco de mortalidade reduzido para 32% a 35% se comparada àquelas que não praticam nenhum exercício. 

Um dos benefícios da prática esportiva a partir desta faixa é a redução da perda cognitiva e de memória que ocorre naturalmente com o passar dos anos. Outras vantagens observadas são a melhora da postura corporal, coordenação motora, mobilidade articular, capacidade de equilíbrio, entre outros.

Terceira Idade e longevidade

Um levantamento realizado pelo IBGE revela que, em 2050, a população de idosos vai triplicar no Brasil. Passará de 19,6 milhões, em 2010 – 10% do total da população – para 66,5 milhões de pessoas – 29,3% do povo brasileiro.

Não resta dúvidas que, um dos motivos para este aumento, está em uma mudança de comportamento e o aumento de índices das pessoas que cresceram e envelheceram sabendo da necessidade de uma prática esportiva.

Ela por sua vez, deixou de ser feita apenas por recomendações médicas e está virando hábito de vida. Entre os benefícios para a melhor idade, quando se trata por exemplo da musculação, estão mais volume, atividade e resistência dos músculos; mais sustentação à estrutura óssea evitando seu desgaste; auxílio na locomoção, equilíbrio e as atividades da vida diária em geral.

Leia Mais

%d blogueiros gostam disto: