Página Inicial Outros Esportes Murilo espera contraprova após ser flagrado em exame doping

Murilo espera contraprova após ser flagrado em exame doping

Escrito porRedação Wsports 12 12America/Sao_Paulo Maio 12America/Sao_Paulo 2017
O ponteiro Murilo entrou com pedido de contraprova junto à Agência Mundial Antidoping (Wada) após ter sido flagrado em exame com a presença da substância proibida furosemida em uma amostra de seu sangue. De férias com a família no Rio Grande do Sul, o jogador, que viu a notícia se tornar pública na última quarta-feira, aguarda o resultado para poder se pronunciar. A previsão de espera para a resposta da entidade é de 20 dias.
A informação foi confirmada em contato com a assessoria do Sesi-SP, clube do jogador. A equipe, que disputa a Superliga masculina, também espera a contraprova para se posicionar oficialmente sobre o caso. A decisão de aguardar a resposta também foi repetida pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) e a Federação Internacional de Vôlei (FIVB).
> Receba as notícias do esporte em primeira mão. Curta a página Wsports no Facebook
Apesar de não comentar a situação, o Sesi-SP demonstrou seu apoio a Murilo. Nesta quinta-feira, a equipe fez uma publicação se colocando ao lado do atleta. A postagem ainda informa a renovação de contrato do jogador de 35 anos, que passará a atuar na função de líbero. O novo vínculo terá duração de um ano.
Ex-capitão da Seleção Brasileira de vôlei, Murilo possui duas pratas olímpicas nos Jogos Olímpicos de 2008 e 2012. No entanto, o jogador sofreu com lesões no último ano e ficou de fora da disputa das Olimpíadas do Rio, quando o Brasil voltou a conquistar a medalha de ouro.
Além da renovação do vínculo de Murilo, o Sesi-SP também anunciou a permanência do central Lucão, do ponteiro Gabriel Vaccari e do líbero Douglas Pureza.

Foto: Divulgação | Sesi-SP