Pandemia reduz em 60% diagnósticos de câncer de próstata, rim e bexiga em Ribeirão Preto

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Os reflexos da pandemia da Covid-19 estão impactando nos exames preventivos e nos diagnósticos dos casos de câncer de próstata, rim e bexiga. De acordo com os registros do Painel de Oncologia do DataSUS, entre os pacientes residentes em Ribeirão Preto atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ocorreu uma redução média de 60% no diagnóstico comparando os anos de 2019, quando ocorreram 284 casos, e 2020, com 113 identificações das doenças.

Os dados apontam que o maior índice está relacionado ao diagnóstico de câncer de próstata, que apresentou uma redução de 64% caindo de 215 casos, em 2019, para 78, em 2020.

A identificação de pacientes com câncer na bexiga sofreu uma queda de 53% passando de 47 diagnósticos, em 2019, para 22, em 2020. Já o registro de pacientes com câncer nos rins passou de 22, em 2019, para 13, em 2020.

A tendência de queda no volume de diagnóstico em decorrência da pandemia da Covid-19 também foi verificada por um levantamento da Sociedade Brasileira de Urologia de São Paulo (SBU-SP), que identificou uma redução média de 26%, entre 2019 e 2020, em instituições de saúde paulistas responsáveis pelo atendimento de pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O médico oncologista do InORP Oncoclínicas, Carlos Fruet, afirma que a situação é um reflexo dos receios provocados pela pandemia. “Com certeza as pessoas estão com receio de fazer exames por causa da pandemia. No entanto, existem protocolos de segurança que estão sendo seguidos com muita rigidez e esses exames são de extrema importância para o tratamento e prevenção das doenças”, afirma Fruet.

Ele ressalta ainda que o quadro é preocupante e que os pacientes que possuem histórico familiar ou estão nas faixas etárias de maior risco devem procurar os médicos para a realização dos exames preventivos.

“É importante a conscientização das pessoas e dos familiares sobre a importância dos cuidados com a saúde, principalmente, em relação a prevenção dos casos de câncer, que podem se agravar e diminuir a chance de cura, se atrasar o diagnóstico”, comenta Fruet.

Leia Mais

W Sports