Por classificação antecipada, Brasil enfrenta e Venezuela na Fonte Nova

Já com vistas na classificação à segunda fase da Copa América, o Brasil volta a campo na noite desta terça-feira (18), às 21h30, para enfrentar a Venezuela na Arena Fonte Nova em Salvador, na Bahia, pela segunda rodada do torneio. Se vencer, o time de Tite estará classificado e pode até mesmo garantir a liderança da chave em caso de vitória boliviana sobre o Peru.

Com a boa vitória por 3 a 0 na estreia da competição e o empate entre venezuelanos e peruanos no outro confronto, a Seleção Brasileira atingiu boa condição para garantir a classificação antecipadamente. Isso porque, sendo vencedor novamente, o Brasil vai a seis pontos e poderá ser ultrapassado apenas por um adversário ao final da fase de grupos. Se a Bolívia vencer o Peru no Maracanã, às 18h30, a vitória garante inclusive a liderança da chave ao time brasileiro.

Casa Verde Sala

Sem novos desfalques -o goleiro Ederson está em trabalho de transição- Tite deve contar com o retorno do meio-campista Arthur, que deve estar entre os titulares ao lado de Casemiro e Philippe Coutinho. O restante do time deve ser o mesmo, embora o treinador brasileiro não confirme. “O sentido de segurar a escalação não é dificultar para vocês (jornalistas), mas para não facilitar o trabalho do outro lado”, explicou em coletiva na noite desta segunda-feira (17).

O ex goleiro Rafael Dudamel, treinador venezuelano, por sua vez, tem o desfalque do lateral-esquerdo Mago, expulso no confronto de estreia com os bolivianos. Em seu lugar deve aparecer Hernández. “Sabemos que precisamos fazer um jogo perfeito coletivamente para ganhar do Brasil”, resumiu o técnico em entrevista coletiva.

O Brasil defende um tabu histórico diante dos venezuelanos em Copa América, já que nunca foi derrotado pela seleção vinho tinto. Em sete jogos os brasileiros venceram seis vezes e empataram em apenas uma ocasião. São 27 gols marcados contra apenas dois sofridos.

Ficha técnica

Local: Arena Fonte Nova, Salvador, Bahia;
Data e horário: Terça-feira (18), às 21h30;
Árbitro: Julio Bascuñan (Chile);
Auxiliares: Christian Scheimann e Claudio Ríos (Chile);
VAR: Roberto Tobar (CHI), auxiliado por Fernando Rapallini (ARG) e Alexander Guzmán (COL);

Brasil: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís; Casemiro e Arthur e Coutinho; David Neres, Richarlison e Firmino.
Técnico: Tite.

Venezuela: Fariñez; Rosales, Chancellor, Villanueva e Hernández; Moreno, Herrera, Rincón, Murillo e Savariano (Soteldo); Rondón.
Técnico: Rafael Dudamel.

Foto: CBF

Tonin 700
Drogao 500×300
Gran Steak 500×300
%d blogueiros gostam disto: