Presidente do Batatais se pronuncia sobre depredação na Joia; prejuízo chega a R$ 5 mil

Presidente do Batatais se pronuncia sobre depredação na Joia; prejuízo chega a R$ 5 mil

Reginaldo Barbo, que terceirizou as categorias de base para a WG Sports, falou sobre o caso

Após a realização da perícia no estádio Palma Travassos por parte do Instituto de Criminalística, depois dos atos de vandalismo cometido no fim de semana – o Comercial suspeita que tenha sido a delegação do Batatais -, o presidente do Fantasma, Reginaldo Barbo, comentou sobre o caso.

Segundo o site GloboEsporte.com, o dirigente batataense disse que vai apurar o caso, mas adianta que a empresa que gerencia as categorias de base do Fantasma, a WG Sports, que pertence ao ex-vereador Walter Gomes, negou que os jogadores e comissão técnica tenham depredado o vestiário.

Além da diretoria batataense, a polícia também vai investigar o caso, e já há suspeita que os torcedores da equipe do Fantasma tenham entrado no vestiário da Joia e participado do ato de vandalismo.

Segundo a diretoria do Comercial, que anexou fotos do vestiário depredado com o Boletim de Ocorrência para a Federação Paulista de futebol, o prejuízo com os atos pode chegar até R$ 5 mil. Nessa quinta-feira o estádio Palma Travassos volta a receber jogos da categorias sub-15, sub-17 e sub-20, todos válidos pelo Campeonato Paulista de suas respectivas categorias.

A empresa WG Sports ficou de se pronunciar oficialmente ainda nessa terça-feira sobre o ocorrido no vestiário número dois de Palma Travassos.

Foto: Divulgação | Comercial FC

 

%d blogueiros gostam disto: