Presidente do Conselho, Lombardi comemora união e explica quais serão os papéis de Barizza e Luiz Pereira no Botafogo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype
Um dos principais responsáveis pela união dos grupos liderados por Gerson Engracia Garcia e Rogéria Barizza – ao que parecia seriam concorrentes pela vaga de novo presidente do Botafogo -, o presidente do Conselho Deliberativo botafoguense, Márcio Lombardi, comemorou o fato do clube ter uma aclamação ao invés de uma disputa pelo cargo.
Lombardi revelou que o acordo foi selado apenas às 12h de sábado, três dias antes da disputa, e também que recebeu aprovação da maioria dos torcedores do Pantera pelo feito.
“Ao chegar a esse consenso, eles entenderam a importância de unificar os grupos no Botafogo, que a divisão não levaria a lugar algum. E a esperança seria a última a morrer, fechamos isso em cima da hora (por volta das 12h de sábado), então agora estou feliz, recebi muitas mensagens de outros botafoguense felizes, e desse jeito a gente percebe que essa era a vontade do Botafogo”, disse.

O presidente também revelou que não haverá troca de cargos por conta do apoio de Barizza e Pereira ao grupo de Gerson Engracia Garcia, e que o acordo é que todos possam se ajudar nos próximos anos.
“O próprio Luiz Pereira disse ao Gerson que seria mais interessante manter o grupo dele e que os outros grupos trabalhassem com o propósito de ajudar, sem troca de cargos. Mas a intenção é essa: aclamar o Gerson e ter os grupos, do Luiz Pereira e do Rogério Barizza, ajudando”, completou.
A aclamação será feita nessa terça-feira, a partir das 19h. Engracia Garcia terá, ao que tudo indica, mais dois anos e meio no atual cargo, já que o estatuto do clube irá mudar as eleições para presidente do Botafogo para o mês de novembro, e não mais em abril.

 

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario