Relembre o Botafogo-SP X Figueirense de 1996, que garantiu o acesso ao Pantera

O Botafogo entrará em campo pela 8° rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2019, última partida antes da parada para a Copa América, que se inicia nesta sexta-feira (14). O Tricolor enfrentará o Figueirense-SC, fora de casa. A partida acontece nesta terça-feira (11), às 19h15, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Com 16 pontos, o Pantera está empatado com Bragantino e Londrina, mas é o 2° colocado pelos critérios de desempate, estando atrás da equipe de Bragança Paulista.

Este será apenas o quarto encontro entre Botafogo e Figueirense na história. O duelo é bastante equilibrado. Em três jogos, casa um dos times têm uma vitória, e um empate entre eles, registrado no último confronto entre as equipes. No ano 2000, pela Copa João Havelange, as equipes se encontraram no Estádio Santa Cruz e não conseguiram tirar o zero do placar.

Casa Verde Sala

Mas os jogos onde houve um vencedor entre eles são os mais notórios. Em 1996, o Pantera e o Furacão se enfrentavam pela semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro. O primeiro jogo seria realizado no estádio do Figueirense, enquanto o segundo seria disputado no Estádio Palma Travassos, casa do maior rival do Tricolor, que, naquele ano, não disputou a competição jogando no seu estádio.

Na partida de ida, os catarinenses levaram a melhor. O placar foi de 2 X 0 para os donos da casa. A situação do Pantera era difícil, o time precisava reverter o placar em Ribeirão Preto.

O segundo jogo veio e os torcedores botafoguenses o recordam com carinho. Aquele time do Pantera contava com vários pratas da casa, que se tornaram os xodós da torcida. Entre eles, estava o atacante Lucas, na época, com 17 anos. E foi ele o responsável por marcar dois gols nesta partida. O terceiro viria dos pés de Claudinho. E ainda teve oportunidade de marcar mais, com Japinha, que desperdiçou um pênalti. O 3 X 0 no placar garantiu o acesso à Série B de 1997 ao Pantera.

Na final, contra o Vila Nova-GO, o Pantera acabou ficando com o vice campeonato. Mas, naquele ano, a frase do hino do Pantera, onde diz que o clube é um “celeiro de campeões”, fez ainda mais sentido. Nesse elenco que fez tanto sucesso na Série C, com a melhor campanha, a maioria dos jogadores tinha menos de 20 anos, casos de Adílson Balinha, Gustavo, Júlio César, Mateus, Rubens Cardoso, Tamer, Torrinha, Alex Bala, Cocito, Fabrício, Rogério e Lucas que, com 17 anos, marcou 10 gols naquele campeonato.

Foto: Reprodução/Youtube

Tonin 700
Drogao 500×300
Gran Steak 500×300
%d blogueiros gostam disto: