Ribeirão Preto estende abertura do comércio a partir desta sexta-feira, dia 30

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Ribeirão Preto se antecipará às flexibilizações do Plano São Paulo e permitirá a abertura do comércio e outras atividades a partir desta sexta-feira, 30 de julho. A fase de transição terá capacidade ampliada e horário estendido para fechamento do comércio, das 6h às 24h. Também haverá obrigatoriedade de uso de máscara e demais cuidados. A partir de 17 de agosto, será estendida dentro das regras do Plano SP.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira, dia 29 de julho, pelo prefeito Duarte Nogueira, em coletiva de imprensa transmitida pelas redes sociais da Prefeitura.

“Para podermos liberar ainda mais as atividades, é fundamental que os índices continuem a cair para mantermos as flexibilizações,” disse o chefe do Executivo.

Assim, a partir de sexta-feira (30), fica permitido o funcionamento de atividades comerciais presenciais, restaurantes e similares, academias de ginástica, atividades culturais e salões de beleza das 6h às 24h, além das atividades religiosas coletivas. 

Taxa de ocupação destes locais sobe de 60% para 80%. Parques municipais funcionarão das 6h às 20h. Eventos com shows somente poderão acontecer quando não houver aglomeração.

Atividades de restaurantes e similares, o atendimento somente poderá ser feito com pessoas sentadas, sem pista de dança, e serviço e consumo deverá ser exclusivamente nas mesas.

As flexibilizações nas regras a partir de 17 de agosto permitirão o retorno gradual e seguro das atividades, com monitoramento dos índices da Covid-19.

Atualmente, a cidade encontra-se na fase de transição do Plano SP. Entre os dias 30 de julho e 16 de agosto, comércio e demais atividades econômicas poderão funcionar com 80% da capacidade.

Nesta fase, recomenda-se ainda a ocupação de até 60% da capacidade do estabelecimento, e o escalonamento de entrada e saída de atividades do comércio, indústria e serviços, visando diminuir a aglomeração em horários de pico nos transportes públicos.

O acesso de clientes a shoppings, galerias, lojas de rua, bares e restaurantes deverá ser interrompido às 23h, com atendimento permitido até meia-noite. Todas as atividades econômicas devem obedecer aos protocolos setoriais de segurança sanitária previstos no Plano SP.

Eventos com aglomerações – casas noturnas, shows de médio e grande porte, competições esportivas com público, etc – continuam proibidos, com possibilidade de reabertura condicionada aos resultados de eventos-modelo sob supervisão das autoridades de saúde e averiguação pelo Centro de Contingência do Coronavírus.

Foto Guilherme Sircilli

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario