São Caetano elimina XV de Piracicaba nos pênaltis e vai às semifinais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

O São Caetano conseguiu a classificação às semifinais da Copa Paulista num final emocionante, nesta terça-feira à noite, no estádio Barão da Serra Negra. O time do ABC perdia o jogo, mas empatou aos 50 minutos e depois levou a vaga nos pênaltis, por 4 a 3. No jogo de ida, no ABC, eles tinham empatado por 1 a 1.

A classificação mantém o São Caetano dentro de seu objetivo traçado de chegar à final da competição, organizada pela Federação Paulista de Futebol (FPF), e garantir uma vaga na Copa do Brasil ou no Brasileiro da Série D. Este jogo também marcou a volta da torcida, com um público pagante de 1.519 torcedores.

Como esperado, o XV começou em cima do São Caetano e logo antes do primeiro minuto já assustou o goleiro Luiz. Ele defendeu a finalização de Franklin. Era o que o técnico Luciano Dias tinha pregado nos treinos: forte pressão e determinação para buscar o gol.

Mas o São Caetano se armou bem na defesa, não permitindo as infiltrações. Restou ao XV arriscar chutes de fora da área. O goleiro Luiz defendeu dois bons chutes. De tanto insistir, o XV abriu o placar aos 32 minutos. Paraíba recebeu a bola na área, tirou para o lado e soltou a bomba, indefensável para o goleiro.

O São Caetano voltou diferente para o segundo tempo. O técnico Max Sandro tirou MC Livinho e colocou Josué, além disso, adiantou o time todo, forçando o XV atuar mais no seu campo defensivo.

Por alguns momentos, o XV sentiu a pressão. Após conseguir dois escanteios, o São Caetano balançou as redes aos 14 minutos com Portuga, mas o lance acabou sendo anulado por impedimento. O VAR Light, inovação da FPF, funcionou bem e tirou a dúvida traçando a linha.

Sentindo ter perdido o setor de meio-campo, o técnico Luciano Dias mudou em atacado no XV. Entraram Lucas de Sá, Ítalo e Gustavo para as saídas, respectivamente, de Léo Ceará, Lúcio Flávio e Parrudo.

O São Caetano, na base da disposição, manteve a pressão e deixou a torcida preocupada. O XV optou por se defender para tentar, num eventual contra-ataque, ampliar o placar e confirmar sua vaga. 

O final foi dramático. O XV assustado recuou e sofreu o empate aos 50 minutos. Após levantamento na área, Rato apareceu nas costas da defesa e desviou de cabeça. O empate levou a definição para os pênaltis, com vitória do São Caetano por 4 a 3.

Para o São Caetano marcaram Portuga, Rato, Petrolina e Damasceno, com Max perdendo em defesa do goleiro Belliato. Para o XV de Piracicaba acertaram as cobranças Matheus Martins, Ítalo e Lucas de Sá, enquanto Eriton chutou e Luiz defendeu e depois Carlos Alberto chutou a bola na trave.

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario