radio-wsports
Clique e ouça aqui!

“Serve de lição, o Botafogo não é imbatível”, Afirma Condé após derrota

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no skype

O futebol é dinâmico. Foi só o Botafogo perder o primeiro jogo na Série C e alguns torcedores começaram a protestar. Certos ou não, o Botafogo agora encara o Ypiranga em Erechim, precisando da vitória para se manter na parte de cima da tabela.

Léo Condé e seus comandados tem consciência de que precisam dar a volta por cima. Mas, mais do que isso, sabem que a atuação da equipe foi abaixo do esperado.

Gran Steak 500×300

“No restante do primeiro tempo nós estivemos muito abaixo, chamamos a equipe deles para o nosso campo de defesa e não conseguimos sair no contra-ataque”, afirmou Condé logo após o final da partida.

+ Análise: Mudança de Condé não surte efeito; Derrota liga alerta no Botafogo

Segundo o treinador, o Botafogo começou os dois tempos jogando bem, mas não conseguiu segurar o ímpeto do adversário. “Fizemos algumas correções no intervalo, voltamos bem para o segundo tempo, tivemos duas boas chances, mas não conseguimos fazer o gol”.

Titular em Ponta Grossa, Yuri também entende que o nível dos jogadores estava abaixo. “Muitos jogadores não tiveram seu dia normal. Serve de alerta pra gente saber que tem que dar um pouquinho a mais”.

“Não é porque perdeu que está tudo errado, perdemos para uma equipe que não perdeu lá neste ano”, pontuou Yuri, que ainda admitiu a angústia do resultado. “Tem que sentir a derrota, mas até certo ponto. Não podemos ficar de luto. O sentimento é de angústia porque a sente sabe que podia dar mais. O pior da derrota foi a atuação, que não foi boa”.

+ Botafogo perde para Operário e encerra invencibilidade na Série C

Dando sequência na semana, o Botafogo realizou jogo treino ontem, contra o Inter de Bebedouro, com jogadores que não foram titulares contra o Operário e venceu por 3 a 0, gols de Pimentinha, Felipe e Caio Vieira.

Condé espera poder reagir contra o Ypiranga, mas vê a derrota com naturalidade necessária para seguir adiante. “Serve de lição, o Botafogo não é imbatível, uma hora ia perder. A gente tem tempo de fazer as correções, tem muita competição pela frente, espero que possamos reagir na próxima partida”.

Foto: João Victor Menezes / WSports

 

 

 

Leia Mais

W Sports