Stock Car: Ricardo Zonta vence novamente com a Shell no Velocitta

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Ricardo Zonta foi o nome do fim de semana da Stock Car em Mogi Guaçu. O vice-campeão de 2020 sai do interior paulista com cinco troféus, incluindo o da vitória na segunda bateria deste domingo. Com os 83 pontos acumulados nas quatro corridas dos últimos dois dias, o paranaense entrou de vez na briga pelo topo da tabela de pontos. Ele chegou ao Velocitta em 15º com 30 pontos e sai com 113, em terceiro lugar. No sábado, havia conquistado dois segundos lugares, a pole e o troféu de “man of the race”.

Átila Abreu seguiu pontuando bem, mas sem o melhor desempenho do Chevrolet Cruze #51 nas tomadas de tempo precisou fazer provas de recuperação tanto no sábado quanto no domingo. Ele agora ocupa a 8ª posição no campeonato, com 88 pontos.

Bodytech 300X200

Já Galid Osman teve uma jornada conturbada, tendo sido coletado em incidentes variados ao longo do fim de semana. Assim não conseguiu traduzir em bons pontos a velocidade que o Cruze #28 mostrou nos treinos.

A próxima etapa da Stock Car acontece em Cascavel, nos dias 10 e 11 de julho.

As corridas

Largando da segunda posição, Zonta acabou espremido para o lado externo da curva 1 na partida e caiu para sétimo lugar. Nas cinco primeiras voltas, ele trocou pushes com Ricardinho Mauricio, mas logo passou a administrar a defesa do top10.

Átila e Galid escalavam posições no pelotão intermediário, inclusive com o sorocabano protagonizando uma formidável ultrapassagem dupla na entrada da reta oposta.

Depois da janela de pits, Zonta saiu em 11º, Galid em 16º e Átila em 17º.

O ex-F1 duelava com Guilherme Salas pelo décimo posto e pela valiosa pole na corrida 2. Ambos no final acabaram favorecidos por pane de outro carro e tiveram o privilégio do grid invertido, com Zonta em décimo. Átila recebeu a bandeirada em 14º, enquanto Galid fez mais um pit-stop para ter todos os pneus renovados e escalar o pelotão na corrida 2.

Na largada da segunda bateria Zonta tomou a linha interna com segurança, seguido por Salas. No bloco intermediário Galid acabou encaixotado atrás do carro rodado de Felipe Massa. Para se livrar da confusão, Átila cedeu uma posição terminando a primeira volta em 15º.

O paranaense liderou com autoridade até a segunda volta da janela de pits, quando a equipe Shell-RCM fez uma parada excepcional –o time havia prolongado o reabastecimento na corrida anterior, pensando em atacar pela vitória na segunda prova após Zonta ter sido espremido no lado sujo da pista na largada.

Funcionou perfeitamente.

Quando o pelotão foi reordenado, Zonta tinha margem segura sobre o segundo colocado e assim ele levou até a bandeirada.

Átila foi até o fim da janela na pista e entrou para os pits na liderança, mas depois do serviço de box o carro #51 retornou em 16º e recebeu a bandeirada em 15º.

Galid por sua vez sofreu uma fechada de outro competidor duas voltas depois do pit-stop e acabou ainda mais prejudicado. Ele conseguiu retornar e cruzou a linha de chegada em 18º com o carro #28.

O que eles disseram:

“Muito bom saber que estou em terceiro no campeonato e muito próximo do segundo. Larguei mal na primeira bateria, fiquei por fora na primeira curva e perdi posições. Invertemos a estratégia para pontuar bem na segunda e deu certo, conseguimos vencer aqui e sair com muitos pontos importantes no campeonato para entrar de vez na briga pelo título.”

Ricardo Zonta

“Foi um fim de semana que não podíamos ir mal e nós fomos mal. A rodada dupla era muito importante em questão de pontuar pois eram quatro corridas. Teve gente que chegou entre os últimos aqui e sai entre os líderes, já conosco foi o contrário, chegamos bem e perdemos muitos pontos e despencamos na tabela. Fim de semana com performance abaixo, sem ritmo do carro apesar do sexto lugar ontem. Hoje os carros não foram rápidos e desgastaram muito os pneus. Vamos usar essa corrida como experiência e como descarte para aprender e melhorar a performance para as próximas etapas, confio muito no time para acertarmos o carro e voltar a andar na frente.”

Átila Abreu

“Foi o fim de semana que eu comecei mais rápido e não conseguimos aproveitar isso. O carro perdeu muito desempenho para o sábado e eu errei também. Me envolvi em acidentes ontem e não foi bom. Tentamos mudar o carro para reverter os resultados e conseguir mais velocidade. Larguei de 15º e optei por priorizar a segunda parando e trocando os quatro pneus. Na segunda corrida a sorte não estava com a gente, me envolvi em dois acidentes, um com o Massa e um com o Camilo e não consegui render o esperado.”

Galid Osman

Campeonato (top10):

  1. Daniel Serra 131 pontos
  2. Gabriel Casagrande 115
  3. Ricardo Zonta 113
  4. Cesar Ramos 112
  5. Diego Nunes 106
  6. Rubens Barrichello 97
  7. Denis Navarro 96
  8. Átila Abreu 88
  9. Guilherme Salas 87
  10. Bruno Baptista 86

Leia Mais

W Sports