Técnico do Botafogo chega sabendo das dificuldades, cita Carille e Ventura como exemplos

A apresentação do técnico do Botafogo nesta tarde de quarta feira(18), no estádio Santa Cruz era cercada de bastante expectativa entre torcedores e integrantes da imprensa local.

Afinal, seria conhecido o homem que comandará o Pantera em um dos anos mais importantes da história do clube, o  ano do centenário botafoguense.

Unimed 300X200

Léo Condé, demonstrou muita confiança nas respostas, e afirmou saber tudo o que tem acontecido no Botafogo de Ribeirão Preto nos últimos meses.

  • Tenho acompanhado tudo o que está acontecendo com o clube, sei das dificuldades financeiras, da falta de pagamento para alguns jogadores, da impaciência a torcida pelo insucesso do time no Campeonato Brasileiro da Série C. Enfim, tenho conhecimento de tudo. O presidente Gerson Engracia não me escondeu nada – Disse o treinador.

O técnico achou normal a desconfiança de alguns torcedores sobre ele por ser seu primeiro trabalho no Paulistão. Respondeu lembrando casos de treinadores que também começaram seus trabalhos com desconfiança e hoje desfrutam do sucesso em seus clubes como: Fábio Carille no Corinthians e Jair Ventura no Botafogo do Rio De janeiro.

Condé,  Sabe que a pressão no Paulistão 2018 será muito grande, principalmente por ser o ano do centenário. Diz estar preparado e que a situação não é uma novidade em sua carreira.

O novo treinador tricolor disse também que vai dar uma atenção especial a base do Botafogo-SP. – Eu fui criado em categoria de base, sei que alguns treinadores não colocam jovens em campeonatos curtos como o Campeonato Paulista para não correr riscos. Vou acompanhar a Taça São Paulo de perto e se tiver garoto com qualidade vou colocar para jogar sim! O Botafogo revela bons jogadores – O treinador citou casos recentes como: Caio Ruan, Carlos Henrique, Weslei e Mancini, estes dois últimos já negociados.

CURTA NOSSA PÁGINA  NO FACEBOOK E RECEBA AS NOTICIA DO BOTAFOGO TODOS OS DIAS. W SPORTS NEWS

Sobre qual seu esquema de jogo preferido nas equipes que comanda, Condé respondeu que não se prende a um único esquema. – Gosto de jogar com uma linha de quatro atrás e outra linha de quatro um pouco mais a frente. Mas se precisar atuar com três zagueiros, jogo também, Cada partida tem uma necessidade – Afirmou.

Após a entrevista, o novo comandante tricolor se reuniu com a diretoria e o gerente de futebol, Léo Franco, também apresentado hoje.

Foto – Agência Botafogo. R. Morotti

Drogao 500×300
Gran Steak 500×300
Novo Shopping 500×300
Tonin 500×300
%d blogueiros gostam disto: