radio-wsports
Clique e ouça aqui!

Thiago Santos brinca com apelido dado por Felipão e exalta trabalho do treinador

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on skype

Querido pela torcida pela sua dedicação dentro de campo, Thiago Santos também conquistou a confiança do técnico Luiz Felipe Scolari. Apesar do pouco tempo de trabalho com o treinador, o camisa 5 demonstra muita gratidão ao atual comandante palestrino, sobretudo pela sequência de partidas do atleta no time paulista. Felipão, inclusive, manifestou publicamente a admiração pelo futebol do jogador.

“Todo mundo gosta de receber elogio, ainda mais se tratando do seu chefe. Fico feliz por estar ajudando, a vinda dele para cá não foi boa somente para mim, mas para todos. Ele conseguiu dar confiança para todos”, declarou o volante, brincando sobre o apelido divertido dado a ele pelo técnico palmeirense: Cachorrão.

Bodytech 300X200

“O Felipão me chama assim, é legal (risos). Ele brinca com todo mundo, não só comigo. A vinda dele foi muito boa, ele consegue deixar todos felizes. É difícil deixar todos felizes, ainda mais no Palmeiras, que tem grandes jogadores”, disse.

Thiago Santos destacou também o bom trabalho defensivo realizado pela comissão técnica do Verdão. “O Felipão cobra para o time ficar organizado. Não tomar gols aumenta a chance de não perder. Não podemos tomar gols, temos de ficar seguros. Mesmo que a gente jogue feio, o importante é ganhar. Estamos batendo nesta tecla de não tomar gol. E, como temos um ataque bom, uma hora ou outra faremos um”, comentou o palestrino, que tem se destacado pelo alto número de desarmes durante os jogos.

“Venho conseguindo fazer bem isso. O pessoal me marca bastante no Instagram (rede social de compartilhamento de fotos), vejo bastante (risos). Deus vem me abençoando muito, este ano está sendo muito bom desde a chegada do Felipão. Ele gosta de um volante que marca mais”, falou. “Não tem segredo. Só estar ali perto do jogador, tenho isso de bom e tenho de aproveitar. Graças a Deus, eu estou conseguindo desarmar bastante. Venho trabalhando bastante nos treinos para chegar na hora do jogo e fazer bem”, completou.

Já sobre o futuro do clube em 2018, o camisa 5 foi direto. “A gente não está priorizando um campeonato ou outro, ele (Felipão) fala para a gente brigar pelos três (Copa do Brasil, Conmebol Libertadores e Campeonato Brasileiro). Quando vê a equipe considerada reserva jogando o Brasileiro, pode achar que está priorizando alguma, mas de maneira alguma. Ele quer lutar pelas três. Quem entra está dando conta do recado, isso é importante”, explicou.

E o próximo compromisso do Alviverde será pela Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (12), às 21h45, será a vez de enfrentar o Cruzeiro, no Allianz Parque, pelo duelo de ida das semifinais da competição nacional. “Será um jogo difícil. Temos de pensar que estamos vivendo uma grande fase, estamos fazendo bons jogos desde a chegada do Felipão. Temos de pensar que será um grande jogo e podemos passar”, analisou o atleta, que conta mais uma vez com o grande apoio vindo das arquibancadas da arena – 30 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente para o encontro com os mineiros.

“A gente sente no campo que a torcida está vindo junto. Temos de dar parabéns a eles pelo que estão fazendo, mas eles só fazem isso porque veem a gente dando a vida no campo. Estamos fazendo bem o nosso papel em campo e eles também fora dele”, finalizou.

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Leia Mais

W Sports