Página Inicial Turismo Roraima movimenta turismo no extremo norte do Brasil

Roraima movimenta turismo no extremo norte do Brasil

Escrito porRedação Wsports 8 08America/Sao_Paulo junho 08America/Sao_Paulo 2017
O Secretário de Turismo de Roraima, Ricardo Peixoto, esteve reunido na manhã desta quarta-feira (07) em Brasília com a secretária nacional de Qualificação e Promoção do Turismo, Teté Bezerra, para apresentar algumas ações do estado para dinamizar o turismo de natureza e aventura na região da fronteira com a Venezuela. Ações de fiscalização e formalização dos prestadores de serviços turísticos resultaram no incremento da atividade e qualificação da mão de obra n o estado conhecido como destino de ecoturismo.
No campo da regularização dos estabelecimentos turístico, Roraima tem atuado na inclusão de hotéis, pousadas, agências de viagem, camping e até redários no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur). Outra iniciativa é o pleito de que 11 dos 15 municípios do estado sejam incluídos no novo Mapa do Turismo Brasileiro que deverá ser apresentado no segundo semestre.
“A inclusão desses municípios no mapa é importante, uma vez que todos buscam o reconhecimento como destinos de natureza, aventura e ecoturismo”, destacou o secretário Ricardo Peixoto, durante apresentação do relatório de atividades no Ministério do Turismo.
> Receba as notícias do turismo em primeira mão. Curta a página Wsports no Facebook
A experiência bem-sucedida das ações desenvolvidas por Roraima, em parceria com o Ministério do Turismo, será apresentada aos secretários e dirigentes estaduais de turismo, em Salvador (BA), durante reunião do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur) no próximo dia 9. “O ministério trabalha com a meta de ampliar para os demais estados a parceria e apoio às ações educativa, de fiscalização e regularização dos serviços turísticos”, afirmou Tamara Galvão, da coordenação geral de cadastro e fiscalização dos prestadores de serviços da Pasta.
O bom momento do turismo no estado, a partir da capital, Boa Vista, em parte, deve-se a situação de instabilidade vivida na Venezuela, que divide com o Brasil e a Guiana as visitas ao platô e demais atrativos do Monte Roraima, cartão postal do estado. As expedições duram em média uma semana e o fluxo de turistas estrangeiros tem sido redirecionado de Caracas para Boa Vista. A ocupação hoteleira, que era de no máximo 60%, tem girado em torno dos 87% e o número de visitantes saltou de 35 mil para 50 mil estrangeiros por ano.
Outros destinos do estado, como o distrito de Tepequém, em Amajari, tem recebido até 7 mil visitantes por semana e viu duplicar as opções de hospedagem e alimentação. O santuário ecológico de clima serrano, que já foi um antigo garimpo de diamante, fica na Rota 174, rodovia que liga Manaus ao litoral venezuelano. Dessa vez é o turismo doméstico que está movimentando o destino com a chegada dos manauaras que antes atravessavam a fronteira em busca do Mar do Caribe. Para apoiar as ações desenvolvidas, o estado conta com o apoio das polícias Federal e Rodoviária Federal, que também realiza iniciativas de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Foto: Roberto Castro

 

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE