Página Inicial Turismo Websérie de verão mostra como a hotelaria impacta positivamente a economia

Websérie de verão mostra como a hotelaria impacta positivamente a economia

Escrito porRedação Wsports 13 13America/Sao_Paulo Fevereiro 13America/Sao_Paulo 2017

Natureza exuberante, 42 praias, gastronomia variada e opções de lazer para todos os gostos são alguns dos ingredientes que vão transformar Florianópolis em um dos destinos mais visitados do país ao fim da temporada de verão 2017. A expectativa do Ministério do Turismo é que a capital catarinense receba mais de 2 milhões de visitantes no período, movimentando a economia e um dos principais motores do turismo local: a hotelaria.

A indústria hoteleira é um dos agentes do ciclo virtuoso do turismo sendo responsável por 350 mil empregos formais e 1,5 milhão de ocupações indiretas em todo o Brasil. Além dos empregos, o segmento gera possibilidades de negócios para vários outros segmentos da economia. Um único empreendimento tem a capacidade de criar uma ampla rede onde todos os envolvidos saem ganhando.


Em Florianópolis, por exemplo, ganham o Fernando Marcondes, dono de hotel, o Petherson Ribeiro, funcionário temporário que será efetivado, a Bianca Pedroso, fornecedora de pescados, o Carlos Faria, que vende passeios de quadriciclo e a Aziza Noguchi, turista que se beneficia dessa ampla oferta de serviços.

> Receba as notícias do turismo em primeira mão. Curta a página Wsports no Facebook

Esses personagens fazem parte da história de um grande empreendimento do litoral norte de Florianópolis (SC). Mas poderia fazer parte também da realidade de tantos outros hotéis do Brasil. Se o turismo gera oportunidades para outras cadeias produtivas, a temporada de verão representa impulso nos negócios.

O Júlio Cesar, da empresa que fornece hortifrúti há 15 anos para o hotel catarinense, aumenta de 20% a 30% a cota de entregas neste período, assim como a Bianca Pedroso, amplia a produção de pescados na mesma proporção. Já o empresário Zauri Jr compra mais produtos, dentro e fora de Santa Catarina, para dar conta da decoração das festas que se multiplicam entre dezembro e fevereiro.

As oportunidades de emprego e de ascensão na carreira fazem parte dessa movimentação virtuosa.  O catarinense Leonardo Santos chegou ao cargo de terceiro cozinheiro no citado hotel, melhorou o salário e pretende ir mais longe. O Petherson Ribeiro, do setor de transportes, iniciou como temporário, justamente para atender a demanda do verão, e agora foi convidado a ficar e ganhar mais.

Para o Ministério do Turismo, Florianópolis ilustra a importância do setor e de sua capacidade para ajudar o Brasil a enfrentar os desafios da economia. Somente a temporada de verão deverá motivar a realização de 73 milhões de viagens por todo o país com movimentação estimada de R$100 bilhões.

WEBSÉRIE DE VERÃO – Para mostrar como o setor se movimenta na alta temporada, a Agência de Notícias do Turismo está produzindo o especial “Websérie de Verão”. O primeiro episódio – gastronomia – já está disponível no Youtube. Os demais serão divulgados nas próximas semanas nas redes sociais do MTur. Acompanhe!

Foto: Danilo Borges