Vice-presidente e diretor da NBA exaltam parceria com o NBB

Buscando divulgar cada vez mais o basquete no Brasil e também achar novos talentos, a NBA fechou uma parceria com o Novo Basquete Brasil (NBB) no final de 2014. Em entrevista exclusiva para a Gazeta Esportiva, Arnon de Mello, vice-presidente da NBA na América Latina, exaltou a parceria.
“A parceria com o NBB está indo muito bem. A pouco tempo atrás teve o jogo das estrelas que foi um momento único para o basquete brasileiro, onde a liga mostrou que está muito à frente de outras ligas de esportes olímpicos ou não aqui no Brasil. A gente tem muito orgulho disso, porque estamos caminhando juntos para trazer o basquete e fazer com que ele volte a ser o segundo esporte do brasileiro”, comentou o executivo.
> Receba as notícias do esporte em primeira mão. Curta a página Wsports no Facebook
Quem também falou sobre a cooperação entre as ligas foi Rodrigo Vicentini, diretor comercial da NBA no Brasil. “A parceria com a NBB segue de vento em poupa. Uma parte ajuda a outra. A gente vê que os números da NBB não param de crescer, tanto de audiência, como em nível técnico e performance das equipes. Eles nos ensinam muita coisa, a gente aprende muita coisa. Tentamos ensinar o que a gente pode, então a parceria está indo muito bem”, afirmou.
Além disso, Vicentini revelou que o jogo das estrelas do NBB, que foi realizado no Ginásio do Ibirapuera e teve show do intervalo do Jota Quest, foi uma iniciativa totalmente da Liga Nacional de Basquete.
“Existe uma troca semanal com a NBB. A gente reúne os departamentos de marketing, operações, financeiro, comercial e trocamos as melhores práticas e cada um entende o que é melhor para o seu negócio. Quanto ao All-Star, isso foi 100% feito por eles. A gente trocou muitas ideias em cima disso, mas foi um projeto que eles conseguiram construir de forma fantástica”, completou.

Foto: Alexandre Loureiro/ | NBA Brasil

 

%d blogueiros gostam disto: