Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /homepages/9/d709298958/htdocs/clickandbuilds/WordPress/wsports/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /homepages/9/d709298958/htdocs/clickandbuilds/WordPress/wsports/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /homepages/9/d709298958/htdocs/clickandbuilds/WordPress/wsports/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /homepages/9/d709298958/htdocs/clickandbuilds/WordPress/wsports/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Warning: Trying to access array offset on value of type bool in /homepages/9/d709298958/htdocs/clickandbuilds/WordPress/wsports/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/dynamic-tags/tags/post-featured-image.php on line 36

Victor Penalber é ouro e Rafael Buzacarini fica com a prata no aberto de Odivelas

O Brasil conquistou duas medalhas no segundo dia do Aberto Europeu de Odivelas, em Portugal. Depois de vencer três dos quatro combates por ippon, Victor Penalber conseguiu um waza-ari contra o russo Denis Kalinin na decisão e ficou com o ouro no meio-médio. Já Rafael Buzacarini que também havia vencido três lutas por ippon, ainda pontuou com um waza-ari na luta contra Niyas Ilyasov mas acabou sofrendo outros três do adversário e ficou com a prata.

Anteriormente, Ilyasov havia vencido Luciano Correa, o outro brasileiro que esteve em ação neste domingo, dia 5. No primeiro dia da competição, o Brasil garantiu um bronze com o ligeiro Eric Takabatake, a primeira medalha da seleção em 2017.

> Receba as notícias do esporte em primeira mão. Curta a página Wsports no Facebook

Agora, os quatro se reunirão com o restante da seleção na França para a disputa do Grand Slam de Paris, no próximo final de semana.

“Muitos adversários novos, que nunca tinha lutado, novas regras e um pouco da falta de ritmo. Sendo a primeira competição do ano, a gente sente um pouco. Mas deu tudo certo e espero que consiga me sair bem também na próxima competição. O mais importante de começar o ano com um ouro, ter a primeira medalha do ciclo olímpico, é que dá mais confiança para irmos em busca de novos bons resultados”, disse Penalber.

Foto: Rui Telmo Falcão | EJU

Leia Mais

W Sports

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Espaço Publicitario