W SPORTS NA RÚSSIA- Brasil precisará jogar mais para se classificar hoje

Hoje é dia de decisão para a seleção brasileira aqui na Rússia.  Em jogo, a história de um técnico vencedor. Quando foi escolhido para ser treinador,Tite foi uma unanimidade. Fato raro em se tratando da escolha de um treinador de seleção nacional.

Jornalistas mais antigos costumavam dizer que o segundo cargo mais importante do país depois da presidência da república, era o de treinador da seleção.

Um empate, ou, uma vitória levará o Brasil para a próxima fase. A desclassificação prematura na Copa da Rússia seria um vexame histórico como aquele vivido em 1966 no mundial da Inglaterra.

Na entrevista de ontem para imprensa, Tite foi verdadeiro e falou que existe sim um medo da desclassificação. Sobre medo, uma frase do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela o acompanha. “Aprendi que a coragem não é ausência do medo, mas o triunfo sobre ele”.

Apesar da serenidade o treinador sabe que esta partida é decisiva em sua vida. O prejuízo moral para um treinador em  uma eventual desclassificação de uma seleção na primeira fase da copa é grande, e quase imperdoável para imprensa e torcedores.

Ao longo de dois anos no comando da equipe verde e amarela, Tite conheceu apenas uma derrota em vinte e três jogos. Sua campanha nas eliminatórias da Copa do Mundo foi um show, e de quebra, ainda resgatou parcialmente o complexo de inferioridade após o trágico 7 a 1 da Alemanha no mundial do Brasil.

A verdade é que hoje o Brasil enfrentará na minha opinião o adversários mais difícil deste mundial. Com média de atletas de 1,82 de altura, os  sérvios sabem que eliminar uma seleção tão emblemática como a seleção brasileira em uma primeira fase de Copa do Mundo, é para eles quase um título.

Episódio que será lembrado pelos próximos 50 anos, como até hoje lembramos do vexame de 1966 com Pelé e companhia se despedindo daquele mundial na primeira fase. Fato é, que nossa seleção vai precisar jogar mais do que jogou contra a Suíça e Costa Rica.

O time é praticamente o mesmo desde o início deste mundial e agora, segundo o treinador, Neymar está totalmente reabilitado das suas lesões, dores e traumas.

Aqui em Moscou a torcida brasileira está extremamente empolgada. Recebeu a seleção com grande festa. A expectativa é que o jogo de hoje tenha o maior numero de brasileiros comparado com jogos anteriores .

Os jogadores Casemiro, Neymar e Coutinho estão pendurados para a partida de hoje.

O time está escalado desde ontem a tarde com: Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo . Casemiro, Paulinho e Fhillipe Coutinho. William , Gabriel Jesus e Neymar.

A arbitragem será do Irã. Apita Alireza Faghani, ele será auxiliado por Reza Sokhandan e Mohammed Mansouri . Brasil e Sérvia jogam ás 15h ( Horário de Brasília).

Wilson Rocha

W Sports / futebol Interior / Redef Fé / Revista Zumm

Foto – CBF

 

Leia Mais

W Sports
Espaço Publicitario